Chega à Polícia o mandado de prisão de Azeredo

Chega à Polícia o mandado de prisão de Azeredo

Ex-governador, condenado no Mensalão tucano a 20 anos e um mês, esgotou recursos na segunda instância nesta terça-feira, 22

Leonardo Augusto, especial para o Estado

22 Maio 2018 | 19h08

Foto: Dida Sampaio/Estadão

A Polícia Civil de Minas Gerais já recebeu o mandado de prisão contra o ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB), que teve esgotada hoje, 22, no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), possibilidade de recurso na Justiça estadual à condenação de 20 anos e um mês de cadeia no mensalão mineiro.

+ Azeredo se diz ‘injustiçado’ e afirma nunca ter cometido crimes

A informação é do Fórum Lafayette, a primeira instância da Justiça estadual, que também já recebeu o mandado. A condenação inicial de Azeredo ocorreu na 9ª Vara Criminal, no fórum.

+ ‘Que Deus ilumine os desembargadores’, diz Azeredo

O advogado de Azeredo, logo depois do fim da sessão na tarde de hoje que negou o último recurso a Azeredo, chegou a afirmar que iria até a Vara para conversar sobre seu cliente. Conforme informações do fórum não há o que fazer em casos assim, a não ser o cumprimento do mandado.

+ Tribunal mantém condenação de Azeredo

Ainda segundo o Fórum Lafayette, não há registro de que o advogado tenha ido à 9ª Vara. Conforme a Polícia Civil, não há prazo para o cumprimento do mandado. A corporação informou ainda que, procurado, e não encontrado, o condenado, nesses casos, é considerado foragido.

+ Azeredo ganha mais tempo para recorrer de condenação no Mensalão tucano

Azeredo mora no bairro Serra, Região Sul de Belo Horizonte. O ex-governador deixou sua residência no meio da tarde, ainda quando transcorria o julgamento de seu recurso no TJ. Azeredo aguarda decisão sobre habeas corpus apresentado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).