Celso Campilongo e Ana Bechara eleitos diretores da Sanfran

Celso Campilongo e Ana Bechara eleitos diretores da Sanfran

Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, nas Arcadas do Largo de São Francisco, será dirigida nos próximos quatro anos pelo professor titular de Filosofia e Teoria Geral do Direito e pela professora titular de Direito Penal; eles terão o desafio de conduzir a mais tradicional e bicentenária Academia do País, fundada em 11 de agosto de 1827

Redação

30 de novembro de 2021 | 20h19

A Faculdade de Direito da USP, no Largo São Francisco, é a mais antiga do País. Foto: Nilton Fukuda / Estadão

O professor Celso Fernandes Campilongo, titular de Filosofia e Teoria Geral do Direito, e a professora Ana Elisa Liberatore S. Bechara, titular de Direito Penal, foram eleitos nesta terça-feira, 30, diretor e vice-diretora da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

A votação foi virtual, por causa da pandemia, e os docentes concorreram em chapa única. Eles serão empossados em fevereiro para conduzir os trabalhos da mais antiga academia de Direito do País por um mandato de quatro anos, até 2026. A faculdade nas Arcadas do Largo de São Francisco foi fundada em 11 de agosto de 1827, abrindo as portas para os cursos jurídicos no Brasil.

“O fato é revelador, de uma parte, da grande convergência da faculdade em torno das propostas para a FD e, de outra parte, do reconhecimento dos êxitos da atual gestão do professor Floriano de Azevedo Marques Neto, da qual tomamos parte, respectivamente, como vice-diretor e vice-presidente da comissão de pós-graduação”, afirmam os candidatos.

Celso Campilongo e Ana Bechara vão dirigir a Faculdade de Direito da USP até 2026. Fotos: Divulgação

A expectativa é que eles deem continuidade aos projetos de requalificação da infraestrutura, melhorias nas instalações, implementação do projeto pedagógico, reformulação da pós-graduação, elaboração do projeto acadêmico e aprofundamento dos programas de inclusão, permanência e internacionalização.

Há também propostas de consolidação das políticas de gênero e inclusão, conclusão da nova biblioteca, continuidade da implementação do Plano Diretor de preservação do Patrimônio Histórico e avanço na digitalização do acervo de obras raras.

Graduado, mestrado e doutorado pela Faculdade de Direito da USP, Celso Campilongo tem trabalhos nas áreas da Teoria da Democracia e da Constituição, Teoria dos Sistemas, Direito da Concorrência, Teoria do Estado, Filosofia, Sociologia e Teoria Geral do Direito. Hoje ocupa o cargo de vice-diretor da SanFran. Também coordena o núcleo de Teoria e Filosofia do Direito do Programa de Pós-Graduação da PUC-SP. Além disso, é membro das Academias Brasileiras de Direito Notarial e Registral e conselheiro do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos  da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Antes disso, foi membro do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e secretário-executivo do Ministério da Justiça.

Graduada, doutora e livre-docente pela SanFran, Ana Elisa Bechara pesquisa teoria do bem jurídico-penal, hermenêutica penal, corrupção e criminalidade econômica, política criminal e questões de gênero e violência sexual. Ocupa hoje a vice-chefia do Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia e a vice-presidência da comissão de pós-graduação. Antes disso, foi pesquisadora convidada na Alemanha e na Espanha, membro do Conselho Estadual de Política Criminal e Penitenciária e do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas do governo de São Paulo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.