Campos Machado desafia promotor que o investiga

Campos Machado desafia promotor que o investiga

Líder do PTB na Assembleia Legislativa de São Paulo, alvo de inquérito do Ministério Público por suposto enriquecimento ilícito, grava mensagem nas redes e sugere a Silvio Marques, da Promotoria do Patrimônio, que peça demissão se não apresentar provas contra ele

Luiz Vassallo e Fabio Leite

18 Maio 2018 | 17h18

Campos Machado. FOTO ALEX SILVA/ESTADAO

Alvo de inquérito sobre suposto enriquecimento ilícito, o líder do PTB na Assembleia Legislativa de São Paulo, deputado Campos Machado, desafiou o promotor do Patrimônio Público Social de São Paulo Silvio Marques a pedir demissão do Ministério Público Estadual se não encontrar provas contra ele. ”

VEJA CAMPOS

O promotor investiga suposto esquema de devolução de parte de salários de servidores indicados por Campos Machado no governo do Estado e também no Palácio 9 de Julho, sede do Legislativo paulista, além de ressarcimento de gastos com locação de imóvel para seu escritório político. O caso foi revelado pelo Estado.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o deputado afirma ter tomado ‘conhecimento de uma denúncia grave feita pelo doutor promotor público Silvio Marques’. “Faço o seguinte desafio. Se o doutor Silvio Marques indicar um único nome, não apenas agora, mas nos 28 anos que eu tenho como deputado estadual, 30 anos de vida pública, eu renuncio imediatamente o meu mandato.”

Faz parte do inquérito do Ministério Público um relatório de inteligência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), vinculado ao Ministério da Fazenda, que aponta transações no valor de R$ 6,1 milhões de contas bancárias mantidas pelo parlamentar, por sua mulher, Marlene Machado, e pelo escritório de advocacia do qual ele é sócio.

A investigação está sob sigilo.

No vídeo em que desafia o promotor a indicar nomes de servidores que repassariam parte de seus holerites, o deputado disse. “Se ele (Silvio Marques) não o fizer, e não o fará, ele, a bem da verdade e da própria honra dele, que ele diz que tem, ele pede sua demissão do Ministério Público do Estado de São Paulo. Mesmo porque são notícias requentadas e já arquivadas.”

LEIA A ÍNTEGRA DA TRANSCRIÇÃO DO DESAFIO DE CAMPOS MACHADO

“Meus amigos e minhas amigas. Lendo o jornal O Estado de S. Paulo tomei conhecimento de uma denúncia grave feita pelo doutor promotor público Silvio Marques, que dizia que eu havia retirado, subtraído, (porcentual) salários de funcionários da Assembleia Legislativa e da Secretaria de Justiça, valores a meu favor.”

“Faço o seguinte desafio. Se o doutor Silvio Marques indicar um único nome, não apenas agora, mas nos 28 anos que eu tenho como deputado estadual, 30 anos de vida pública, eu renuncio imediatamente o meu mandato.”

“Se ele não o fizer, e não o fará, ele, a bem da verdade e da própria honra dele, que ele diz que tem, ele pede sua demissão do Ministério Público do Estado de São Paulo. Mesmo porque são notícias requentadas e já arquivadas.”

“Com a palavra, o doutor Silvio Marques”

COM A PALAVRA, SILVIO MARQUES

O promotor não vai se manifestar e não quis saber do conteúdo da mensagem gravada de Campos Machado.

Mais conteúdo sobre:

Campos Machado