Camargo Corrêa cria programa de delação interna

Camargo Corrêa cria programa de delação interna

Construtora alvo da Operação Lava Jato adota sistema estratégico de aprimoramento de controles e incentiva a colaboração entre seus profissionais

Fausto Macedo e Julia Affonso

22 de janeiro de 2016 | 14h55

logoConstrutora

A Construtora Camargo Corrêa, alvo da Operação Lava Jato por cartel na Petrobrás, criou um sistema inédito entre as empreiteiras para aprimoramento de controles internos da companhia. O Programa Interno de Incentivo à Colaboração (PIIC) permite a todos os seus profissionais, inclusive àqueles que já deixaram a empresa, colaborar na identificação de atos ilícitos ligados aos fatos investigados na Lava Jato.

A medida representa um avanço estratégico da Camargo Corrêa em seu compromisso com a Justiça de eliminar qualquer resquício do modelo desmontado pela força tarefa da Polícia Federal e da Procuradoria da República.

A empreiteira, empenhada em desligar seu nome do maior escândalo de corrupção do País, já se havia antecipado em outra frente importante – foi a primeira citada no cartel da Petrobrás a firmar acordo de leniência com o Ministério Público Federal e com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), órgão antitruste do governo.

O PIIC oferece a possibilidade aos executivos da construtora de colaborar voluntariamente, ‘reportando e comprovando, diretamente a consultores especializados e independentes, sua participação em eventuais irregularidades’. O prazo de adesão se encerra em 19 de fevereiro.

Em contrapartida à participação do colaborador, a Camargo Corrêa irá oferecer apoio jurídico e se compromete a não aplicar sanções de ordem legal, a que ela possa ter direitos, em decorrência dos atos praticados.

Além disso, os participantes do programa poderão requerer as proteções previstas nos acordos de colaboração firmados com o Ministério Público Federal e com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Este benefício só poderá ser obtido mediante sua aceitação e homologação pelas autoridades competentes.

“A Construtora Camargo Corrêa reitera seu compromisso na construção e consolidação de um modelo de negócios sustentável, fundamentado na Ética, no Compliance e na Competência Técnica para seguir contribuindo com o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, destaca nota da companhia.

Tudo o que sabemos sobre:

Camargo Corrêacompliance

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.