Cachorrinha foge de casa e é morta a tiro de pistola no interior de São Paulo

Cachorrinha foge de casa e é morta a tiro de pistola no interior de São Paulo

'Lalinha', da raça American Bully, ganhou a rua em Pilar do Sul, a 140 quilômetros da capital paulista na última quarta-feira de manhã e acabou baleada por um homem em frente à uma escola infantil; Polícia investiga as circunstâncias do caso

Redação

18 de março de 2022 | 17h12

Momento em que o homem dispara contra ‘Lalinha’. Foto: Reprodução/ Internet

Uma cadela foi morta a tiros por um homem nesta quarta-feira, 16, na rua Elías Valio em Pilar do Sul, cidade a 145 quilômetros da capital paulista. Da raça American Bully, segundo depoimento do tutor de ‘Lalinha’, o animal tinha acabado de fugir de casa enquanto o portão da residência estava aberto. 

Minutos depois da fuga da cachorrinha, o dono a encontrou ensanguentada na via pública. Imagens registradas pela câmera de segurança mostram a sequência em que o animal corre em direção ao suspeito. Em seguida, Lalinha desacelera e se aproxima do suspeito. Neste instante, o homem atira contra ela. 

A cachorrinha foi encaminhada pelo tutor para uma clínica veterinária, mas não resistiu aos ferimentos. O disparo foi feito em frente a uma instituição de educação infantil. Após a morte de Lalinha, o tutor foi à delegacia para registrar boletim de ocorrência. O autor dos disparos prestou depoimento.

De acordo com informações da Polícia Civil, foi aberto um inquérito para investigar o caso, que vai ser apurado como disparo e porte de arma de fogo, além de omissão na condução de animais. Ao Estadão, a polícia informou que o acusado tinha licença para porte de arma, no entanto, não poderia manejar a pistola. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.