Business Agility com alma: um passo importante na jornada da evolução digital

Business Agility com alma: um passo importante na jornada da evolução digital

Valdemir Marques*

17 de julho de 2021 | 04h30

Está claro que vivemos uma era de mudanças aceleradas nas mais diferentes esferas de nossa existência – sociais, econômicas, tecnológicas e até mesmo culturais – e tudo isso certamente impacta também o mundo dos negócios. Em meio a este turbilhão constante de novidades, mais do que nunca é preciso “olhar para dentro”, avaliar e reavaliar processos e entender que chegou a hora de iniciar a jornada de reinvenção.

Valdemir Marques. Foto: Divulgação.

Cientes da rapidez e inconstância do cenário atual, fica claro que a capacidade de rápida adaptação é o grande segredo para a sobrevivência em um mercado altamente competitivo. Com cenários imprevisíveis e que se transformam em velocidade acelerada, o mercado pode ser implacável com quem deixar passar o momento exato de se ajustar a cenários tão mutáveis.

Por esse motivo, é muito difícil pensar em uma trajetória de reinvenção que não passe por uma verdadeira derrubada de paredes e mudança total de comportamento. No universo dos negócios, um passo importante é entender, aplicar e internalizar o conceito de Business Agility com alma. Muito mais que um projeto, um método ou uma técnica, Business Agility é um dos caminhos que leva à transformação digital das empresas de dentro para fora, a partir da capacidade de rápida adaptação às mudanças impostas pela velocidade dos mercados, destravando processos, potencializando resultados e aumentando a produtividade e competitividade das companhias na era digital.

De acordo a pesquisa “2020 Business Agility Report”, realizada pela Accenture, que fez uma varredura da aplicação de Business Agility em todo o mundo, os principais ganhos das empresas ao trilhar este caminho foram: rapidez de mercado, satisfação do cliente, aprimoramentos nas formas de trabalhar e melhoria na colaboração e comunicação. Tudo isso comprova que trazer o Business Agility para o centro do negócio, ou seja para o core business da organização, é uma forma eficiente de escalar rapidamente para o topo do seu mercado, vendo os novos desafios que surgirem.

Com tantos ganhos e benefícios, você pode acreditar que pensar em Business Agility para o seu negócio é um caminho difícil e complexo. Mas acredite, é o contrário: o ponto de partida dessa jornada é justamente a simplicidade. É entendendo o cerne do negócio, que conseguimos evoluir do simples ao estratégico.

Para entender a importância de dar esse passo em direção à verdadeira jornada da transformação digital, tornando seu negócio cada vez mais resiliente e capaz de atender seus clientes com excelência independente das mudanças que o futuro possa trazer, vale estar atento aos pontos abaixo. São questões importantes para se avaliar e entender que sua empresa está pronta para dar o passo de Business Agility.

Compreenda o valor da atualização constante

Entender a importância de buscar constantemente a evolução é uma peça importante para não parar no tempo e, pelo contrário, perseguir o sucesso. Afinal, como pudemos observar principalmente a partir de 2020 com a pandemia, mudanças repentinas no mercado podem ser implacáveis com quem não se atualizar constantemente.

Para passar pelos desafios impostos pelas mudanças, baques e transformações, mais do que recursos é necessário ter uma estratégia de evolução e otimização contínuas. Isso refletirá positivamente em itens como: respostas rápidas e mais flexibilidade para atender demandas dos clientes, possibilidade de se posicionar de forma regular em estado de vantagem competitiva, adaptação rápida às mudanças do mercado – tanto interna, como externamente –, além de poder se adaptar e liderar a mudança de maneira produtiva e econômica, sem comprometer a qualidade da sua entrega.

Simplifique os fluxos e acelere os processos

Processos internos complexos e demorados muitas vezes podem fazer parte da rotina de um negócio, e muitas vezes parecem ser a única forma de garantir que tudo ocorra da melhor maneira possível. Mas isso não é verdade. O modelo de Business Agility expande a visão para a busca de caminhos que fogem do habitual, mas sem complicar ainda mais o negócio, além de desenvolver a criatividade dos times internos na hora de resolver problemas, não só pontualmente, mas de maneira geral — de ponta a ponta.

Torne o investimento em inovação uma constante do negócio

Investir em melhorias pontuais é eficaz? Muitas vezes sim, mas por pouco tempo. O termo “melhoria contínua” é figurinha carimbada em conteúdos dedicados aos gestores e empreendedores. Isso acontece porque sua aplicação e a obsessão em buscá-la é o que torna as empresas verdadeiramente competitivas.

Porém, mais do que apenas fazer melhorias constantes, tornar o investimento em inovação parte da cultura organizacional cria um clima de engajamento e de foco em resultados. Aqui o Business Agility faz a diferença: trazendo conceitos de liberdade e criatividade como pilares, fica mais fácil para a equipe demonstrar seus talentos e buscar, de forma ativa e autônoma, por soluções inovadoras e eficazes.

Integre tecnologia aos processos

Parece básico, mas muitas empresas ainda não entenderam a importância de digitalizar processos como fator decisivo para iniciar, de fato, a jornada da transformação digital e alavancar os negócios. A tecnologia é a possibilitadora da gestão integrada, fator essencial para o sucesso da estratégia, e este aspecto, claro, não é deixado de lado pelo Business Agility, que tem como um de seus princípios a implementação de uma gestão integrada e baseada em dados.

Ouça e valorize seu cliente

Não há como pensar em evolução verdadeira, de dentro para fora, se o foco da empresa não estiver no cliente. Para isso, é necessário criar uma estrutura capaz de ouvir, ser empática e resolver suas dores da maneira mais ágil possível. Assim, o negócio se torna mais atraente sob a visão do cliente, o que naturalmente o torna mais atrativo para o mercado.

Todos esses pontos merecem atenção de quem quer realmente evoluir. Entender o valor da inovação, do foco no cliente e ter processos ágeis facilita a identificação imediata de eventuais falhas, o que permite rápidos ajustes que podem transformar o negócio. Desse modo, é possível criar soluções mais assertivas e significativas, que realmente impactam a experiência do cliente e agregam ainda mais valor ao negócio.
A iniciativa de entender e aplicar o Business Agility é o princípio de todo um processo que começa pelo mapeamento de dores, oportunidades e melhorias possíveis, que leva a um ranking de priorização de ações e, finalmente, a definição e colocação em prática das soluções adequadas.

O Business Agility é uma das etapas para quem anseia pela transformação e, por isso, precisa estar alinhado a uma mudança de mindset que vai muito além do papel e envolve toda a empresa, implicando em fluidez e flexibilidade, com equipes capazes de se mover facilmente para atingir resultados.

É importante lembrar que, assim como as pessoas, as empresas não nascem sabendo. Aplicar o Business Agility de maneira eficiente demanda profissionais especialistas, consultoria e tecnologia adequada para mudar as rotas e tornar as empresas mais produtivas. Mas saiba: a conscientização é o primeiro passo, e estamos prontos para estar lado a lado durante toda a jornada.

*Valdemir Marques, diretor executivo de Large Enterprises da TOTVS

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.