Battisti vai passar por perícia médica na sede da PF em São Paulo

Battisti vai passar por perícia médica na sede da PF em São Paulo

Ex-ativista italiano foi preso por ordem judicial que decretou sua deportação do Brasil

Redação

12 de março de 2015 | 19h10

Por Fausto Macedo e Julia Affonso

O ex-ativista italiano Cesare Battisti vai ser submetido a exame médico nas dependências da Polícia Federal em São Paulo ainda na noite desta quinta feira, 12. Ele vai permanecer na Custódia da PF até que seja cumprida a ordem judicial para sua deportação.

Cesare Battisti. Foto: Beto Barata/AE. 9-6-2011.

Cesare Battisti. Foto: Beto Barata/AE. 9-6-2011.

O exame médico, denominado formalmente de corpo de delito, é uma rotina à qual são submetidos todos os presos. Serve para atestar o estado de saúde do prisioneiro quando ele chega à carceragem. Battisti foi preso às 17 horas em sua residência, no bairro de Vila Cármen, na cidade de Embu das Artes, Grande São Paulo.

Uma equipe da PF o localizou em atendimento à decisão da juíza federal Adverci Rates Mendes de Abreu, titular da 20ª Vara do Distrito Federal. A magistrada considerou que a concessão do visto a Battisti é ilegal e concluiu que ele deve ser deportado, para o México ou para a França, países onde ele viveu antes de entrar no Brasil. A decisão, do dia 26 de fevereiro, atende ação civil movida pelo Ministério Público Federal.

Membro do grupo Proletários Armados para o Comunismo, Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por envolvimento em quatro assassinatos na década de 1970. Em janeiro de 2009, o governo brasileiro concedeu status de refugiado político ao italiano. Em seu último dia de mandato, Lula recusou o pedido da extradição feito pela Itália.

_________________________________

VEJA TAMBÉM:

Procuradoria recomenda México ou França para Cesare Battisti

Ex-advogado de Battisti diz que deportação ‘reacende barganha com caso Pizzolato’

_________________________________

Tudo o que sabemos sobre:

Cesare Battisti