Automação de casas e apartamentos está próximo de ser um luxo acessível

Automação de casas e apartamentos está próximo de ser um luxo acessível

Douglas Strabelli*

26 de janeiro de 2021 | 03h30

Douglas Strabelli. FOTO: DIVULGAÇÃO

Mesmo antes da pandemia, já havia uma tendência muito grande da automação de casas e apartamentos, mas com certeza a quarentena aumentou a necessidade desses itens. Ter uma casa confortável e controlar todas as funcionalidades do local no próprio celular, passa a ser uma opção interessante tanto para quem passa o dia em casa, quanto para aqueles que querem vigiá-la a distância.

Atualmente, as pessoas buscam por sistemas e plataformas mais simples e as empresas entendem essa necessidade, por isso estão adaptando os seus negócios para atender mesmo aqueles que possuem o mínimo de conhecimento em tecnologia para que possam utilizar essa funcionalidade em suas residências. Companhias líderes no setor estão trabalhando forte com este objetivo e até mesmo as gigantes já oferecem produtos de uso descomplicado e que podem ser controlados por voz ou pelo smartphone.

Coisas que não parecem tão simples, como a sua geladeira programar as compras no mercado já são possíveis por meio dessas plataformas, o controle de ar condicionado, cortinas e televisões também pode ser feito de forma automática. Mas a segurança de uma casa a distância também é importante, uma vez que durante a pandemia muitas pessoas buscam formas de controlar suas residências por meio de um aplicativo, uma vez que podem fazer a quarentena em locais mais confortáveis, como casas de campo ou na praia.

Há produtos, por exemplo, que usam a inteligência artificial com o propósito de tornar o ambiente agradável, sendo que ela passa a reconhecer a rotina e entender as necessidades do morador, desde compras para despensa e geladeira, até a temperatura do local, de modo que faça a economia de energia ser uma prioridade. Aparelhos que limpam a casa remotamente ou permitem fazer um café a distância já são realidade, assim como fechaduras eletrônicas.

Essas são coisas que estão sendo cada vez mais implementadas na vida das pessoas, mas o que realmente vem mudando é a acessibilidade a essas tecnologias, uma vez que grandes empresas como o Google e a Amazon colocam esses itens a disposição em parceria com seus assistentes virtuais, Alexa e Google Home. Enquanto era necessário muito aprendizado para saber controlar a iluminação de uma casa, hoje com comandos simples é possível acender luzes, alterar as cores da lâmpada e ligar o som de toda a residência. Além dos gadgets não possuírem preços exorbitantes, também podem ser facilmente instalados e controlados, tornando-os luxos acessíveis.

*Douglas Strabelli, fundador e CEO da Sagewood Construction

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.