Assista ao delator da Mendes Júnior que confessa propinas na Petrobrás

Assista ao delator da Mendes Júnior que confessa propinas na Petrobrás

Rogério Oliveira Cunha, que teve sua delação homologada pelo juiz federal Sérgio Moro em setembro, prestou depoimento em ação penal e reiterou que a empreiteira usava o doleiro Rodrigo Tacla Duran para intermediar o pagamento de vantagens indevidas a agentes públicos; em razão do acordo, seu rosto não é exibido no depoimento

Luiz Vassallo

29 de outubro de 2018 | 16h31

O ex-executivo da Mendes Júnior Rogério Oliveira Cunha prestou depoimento, nesta sexta-feira, 26, ao juiz federal Sérgio Moro. Ele reiterou declarações prestadas em sua delação premiada, homologada em setembro e revelada pelo Estado. Segundo Cunha, a empreiteira pagou propinas a diretores da Petrobrás nos contratos Pipe Rack, por meio do advogado Rodrigo Tacla Duran, atualmente foragido na Espanha. Por ser delator, seu rosto não é exibido na gravação do depoimento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.