‘Aprendi quando um político quer ter dois minutos de glória’, diz Lula sobre Doria

‘Aprendi quando um político quer ter dois minutos de glória’, diz Lula sobre Doria

Na entrevista ao jornalista Luiz Vianna, da rádio O POVO/CBN, de Fortaleza, nesta sexta-feira, 7, ex-presidente comentou críticas recentes do tucano que o chamou de 'cara de pau'

Redação

07 de abril de 2017 | 13h45

Foto: Andre Penner/APF e Alex Silva/ESTADÃO

Foto: Andre Penner/APF e Alex Silva/ESTADÃO

O ex-presidente Lula comentou nesta sexta-feira, 7, em entrevista à rádio O POVO/CBN, de Fortaleza, as críticas que recebeu do prefeito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB). “Aprendi quando um político quer ter dois minutos de glória”, disse o petista. “No fundo, no fundo, ele quer que eu o transforme num personagem antagônico que eu não vou transformar. Ele foi eleito para governar São Paulo, parar de fazer pirotecnia e governar a cidade.”

No dia 26 de março, durante evento, o prefeito paulistano ‘dedicou’ ao petista o plantio de uma muda de pau-brasil. “Essa é talvez a árvore mais brasileira, por sua origem, sua característica e seu nome. Dedicamos essa árvore para um homem que tem a coragem de dizer que vai voltar para ajudar o Brasil. Esse cara de pau se chama Luiz Inácio Lula da Silva.”

Nesta sexta, 7, Lula foi entrevistado com exclusividade pelo jornalista Luiz Vianna, da rádio O POVO/CBN. Durante 23 minutos, o ex-presidente falou sobre a Operação Lava Jato e o juiz federal Sérgio Moro que, em março de 2016, deu a ordem para a Polícia Federal conduzí-lo coercitivamente.

Sobre as próximas eleições presidenciais, Lula disse que não está preocupado com as pesquisas. “Ainda tem dois anos pela frente. Estou preocupado com o que está acontecendo no Brasil”, disse.

OUÇA A ENTREVISTA DE LULA SOBRE MORO E A LAVA JATO

Tudo o que sabemos sobre:

LulaDoria

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.