TCU rejeita contas de Dilma também de 2015

TCU rejeita contas de Dilma também de 2015

Após três horas de debates, por unanimidade, Corte de Contas dá parecer indicando dez irregularidades no governo da petista, entre elas as pedaladas fiscais

Fabio Fabrini, de Brasília

05 de outubro de 2016 | 10h48

Dilma Rousseff. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Dilma Rousseff. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira, 5, dar parecer pela rejeição das contas do governo Dilma Rousseff em 2015, a exemplo do que ocorreu em relação a 2014.

O parecer foi aprovado por unanimidade em sessão de mais de três horas e será encaminhado ao Congresso, ao qual cabe julgar os balanços da União em definitivo.

Os ministros do TCU acompanharam o voto do relator do processo, José Múcio Monteiro, antecipado pelo Estadão em 28 de setembro. Eles entenderam que dez irregularidades ensejam a reprovação das contas de Dilma. Sete delas se referem às chamadas pedaladas fiscais.

Mais conteúdo sobre:

TCUDilma Rousseff