Ao abrir sessão do Supremo, Fux homenageia Paulo Gustavo: ‘protagonista do meio artístico’

Ao abrir sessão do Supremo, Fux homenageia Paulo Gustavo: ‘protagonista do meio artístico’

Presidente do STF registrou ‘profundo pesar’ pela morte do ator e humorista por complicações da covid-19

Redação

05 de maio de 2021 | 15h15

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, abriu a sessão desta quarta, 5, com uma homenagem ao ator e humorista Paulo Gustavo, que morreu na noite de terça, 4, por complicações da covid-19. O artista tinha 42 anos.

“Neste dia de comemoração pelo aniversário da Rádio Justiça, infelizmente temos de registrar nosso profundo pesar pela morte desse protagonista do meio artístico, o ator e humorista Paulo Gustavo, que foi levado pela Covid-19”, disse Fux. “Em nome dele, e de várias famílias enlutadas, esta Corte se solidariza com os familiares e amigos de todas vítimas desta tenebrosa doença”.

Paulo Gustavo estava internado desde o dia 13 de março em um hospital no Rio de Janeiro. O ator passou a maior parte do tratamento em estado muito grave, mas havia apresentado uma leve melhora no último fim de semana. No domingo, 2, porém, ele teve uma embolia, insuficiência cardíaca e lesões cerebrais devido a uma fístula broncovenosa, uma espécie de abertura entre os pulmões e as veias.

O ator, humorista, roteirista e diretor Paulo Gustavo. Foto: TV Globo

“Às 21:12h desta terça-feira, 04/05, lamentavelmente o paciente Paulo Gustavo Monteiro faleceu, vítima da covid-19 e suas complicações. Em todos os momentos de sua internação, tanto o paciente quanto os seus familiares e amigos próximos tiveram condutas irretocáveis, transmitindo confiança na equipe médica e nos demais profissionais que participaram de seu tratamento. A equipe profissional que participou de seu tratamento está profundamente consternada e solidária ao sofrimento de todos.”, diz o o último boletim médico divulgado pelo hospital.

O corpo do ator será cremado em cerimônia restrita à família e amigos próximos nesta quinta, 6. A informação foi confirmada pela assessoria de Paulo Gustavo, que acrescentou que não será divulgado o local da cremação a fim de evitar aglomerações durante a pandemia. Não há informações, no momento, sobre o velório do humorista.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.