Ampliar as formas de pagamento pode impulsionar ainda mais as vendas, que projetam crescimento no e-commerce de 26%

Ampliar as formas de pagamento pode impulsionar ainda mais as vendas, que projetam crescimento no e-commerce de 26%

Claudio Dias*

23 de janeiro de 2021 | 05h30

Claudio Dias. FOTO: DIVULGAÇÃO

Contar com opções de pagamentos flexíveis é um grande diferencial, principalmente, para compras no e-commerce. Segundo estudo da Ebit|Nielsen, em 2021, as vendas do e-commerce devem crescer 26%, atingindo um faturamento de R$ 110 bilhões, motivo mais do que suficiente para os lojistas acreditarem na força deste setor e considerarem diferentes formas de pagamento para conquistar o cliente.

Mesmo que o dinheiro em espécie, seja o protagonista na carteira dos clientes, outros meios de pagamento são alternativas bem-vindas principalmente para compras online.

A evolução da tecnologia trouxe novas formas digitais de pagamentos, mais aderentes ao novo perfil do consumidor, muito mais conectados e exigentes.

Como exemplo, hoje temos as transações por aproximação de uma máquina de cartão e QR Code (Quick Response), utilizando computadores, celulares ou tabletes.

Quais as vantagens do uso de outras formas de pagamentos?

Ainda hoje, é comum que alguns consumidores desistam de uma compra por não possuírem dinheiro em espécie no momento e o estabelecimento não aceitar cartão. Tal situação é bastante constrangedora para o consumidor que sai frustrado da loja, além de não ser nada agradável para o empresário que acaba perdendo a venda por não diversificar os meios de pagamento.

Felizmente, boa parte dos comerciantes já se atentaram que além de implementar uma máquina de cartão no estabelecimento, é importante utilizar formas de pagamento online para compras parceladas e recorrentes, como é o caso dos serviços por assinatura.

Em outro cenário, o das lojas virtuais, a variação nos meios de pagamento online se trata de um processo ainda mais importante, uma vez que, não há limite geográfico para a concorrência.

Além do mais, a segurança agregada aos pagamentos online sempre deve ser a prioridade do empresário, este é o motivo pelo qual é importante disponibilizar várias opções para o consumidor e investir em plataformas seguras, como a da Pagolivre, por exemplo.

A necessidade de adaptação é uma realidade agregada a qualquer tipo de negócio, seja ele físico ou online, caso a intenção seja atingir o maior público possível e alavancar as vendas, pois, quanto mais formas de pagamento um empreendimento oferece, maior o seu destaque perante a concorrência.

Conheça algumas formas de pagamento que podem ser implementadas na sua empresa:

  • Pagamento recorrente (plataforma de cobranças parceladas ou assinaturas);
  • Gateway de pagamento (Integre sua loja virtual com meios de pagamento online)
  • Boleto bancário;
  • Transferência bancária;
  • Pagamento por aproximação;
  • Pagamentos pelo celular (QR Code);
  • Link de pagamento (por whatsapp)

Como escolher a melhor forma de pagamento?

Depois de conhecer os principais meios de pagamento disponíveis no mercado, basta analisar cada um deles e verificar quais se encaixam no seu modelo de negócio, atendendo às necessidades dos seus clientes.

Estas informações podem ser obtidas através de uma pesquisa realizada com os clientes e admiradores da empresa, no intuito de descobrir qual a preferência desses grupos.

Posteriormente, dependendo dos modelos de pagamento que já são oferecidos, será necessário calcular quais os possíveis custos extras com as novas alternativas, além de estabelecer o percentual das taxas que serão cobradas dos consumidores.

Antes de colocar as estratégias em prática, recomenda-se fazer um planejamento financeiro no intuito de revisar os objetivos e soluções que serão adotadas para que estejam perfeitamente alinhadas com o negócio e o público-alvo.

*Claudio Dias, CEO da pagolivre

Tudo o que sabemos sobre:

Artigocomércio eletrônico

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.