Ameaça de greve geral faz PF em São Paulo sugerir ‘outras datas’ para retirada de passaporte

Ameaça de greve geral faz PF em São Paulo sugerir ‘outras datas’ para retirada de passaporte

Superintendência Regional da Polícia Federal alerta para previsão de manifestações populares com bloqueio de tráfego de veículos e destaca que seus prestadores de serviço dependem de transporte público

Luiz Vassallo

27 de abril de 2017 | 18h02

Sede da Polícia Federal em São Paulo. Foto: Divulgação

A ameaça de greve geral nesta sexta-feira, 28, levou o comando da Polícia Federal em São Paulo a recomendar aos usuários sem urgência que retirem passaportes e outros documentos em outras datas. Por meio de nota, a Superintendência Regional da PF assinalou que ‘seus prestadores de serviço dependem de transporte público para locomoção ao local de trabalho’.

“Recomendamos a todos aqueles que não tenham urgência para atendimento, que deem preferência a outras datas para buscar nossos serviços”, diz o Setor de Comunicação Social da PF.

O texto aponta para ‘a confirmação da paralisação de empresas de transporte público’ e ‘a previsão de manifestações populares com bloqueio de tráfego de veículos em diversos locais’.

A PF informa ‘aos requerentes de passaporte e de outros documentos expedidos por este órgão público, que há previsão de filas e demora no atendimento no dia 28 de abril, a depender da quantidade de pessoas que conseguirem se deslocar para o trabalho’.

“Assim, recomendamos a todos aqueles que não tenham urgência para atendimento, que deem preferência a outras datas para buscar nossos serviços.”

A nota orienta que ‘todos aqueles que tiverem atendimentos agendados para o dia 28 de abril poderão se dirigir à mesma unidade onde o serviço foi solicitado em quinze dias, a partir do dia 2 de maio, no mesmo horário anteriormente designado, para serem atendidos por meio de encaixe’.

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia Federal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: