Alckmin nomeia Marcio Elias Rosa para chefiar o MP-SP

Lilian Venturini

07 de abril de 2014 | 14h46

Fausto Macedo

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) nomeou nesta segunda, 7, Marcio Elias Rosa para o cargo de procurador-geral de Justiça. Elias Rosa venceu sábado, 5, a reeleição para chefiar o Ministério Público de São Paulo. Ele teve 1.095 votos contra 791 de seu rival, o procurador Luiz Antonio Guimarães Marrey.

Pela constituição do Estado, Alckmin pode nomear qualquer um dos três mais votados – neste ano, a disputa teve apenas dois concorrentes. O governador telefonou para a Procuradoria-Geral às 14h32 e comunicou a Elias Rosa sua decisão de nomeá-lo para o cargo pela segunda vez.

“Recebi com naturalidade a nomeação”, disse o procurador. “O resultado da eleição indicou que a classe deseja a continuidade desse projeto institucional que tem na valorização da instituição e de seus promotores e procuradores o ponto de convergência em favor da sociedade.”

Procurador-geral de Justiça desde 2012, Marcio Fernando Elias Rosa foi diretor-geral e subprocurador-geral de Gestão do Ministério Público paulista. Atuou no Núcleo Operacional de Parcelamento do Solo Urbano e no Centro de Apoio das Promotorias de Justiça Criminais. Foi também integrante da Promotoria de Justiça da Cidadania, tendo participado de ações do Ministério Público no combate à corrupção e à improbidade.

Mais conteúdo sobre:

Marcio Elias Rosa