Alberto Bastos Balazeiro é nomeado por Raquel como procurador-geral do Trabalho

Alberto Bastos Balazeiro é nomeado por Raquel como procurador-geral do Trabalho

Procurador do trabalho desde 2009, ele recebeu 563 votos, e era o primeiro da lista tríplice do MPT

Redação

09 de agosto de 2019 | 04h04

O procurador do Trabalho Alberto Bastos Balazeiro teve 563 votos. Foto: ESMPU/Divulgação

O procurador do Trabalho Alberto Bastos Balazeiro foi nomeado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, como o novo procurador-geral do Trabalho. Ele foi o primeiro colocado na votação da lista tríplice do Ministério Público do Trabalho (MPT), com 563 votos. A Portaria PGR/MPU 68, que nomeia o novo PGT será publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9).

Alberto Balazeiro é procurador do Trabalho desde 2008. Foi procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Bahia, nos biênios 2013/2015 e 2015/2017. Atualmente, é o diretor-adjunto da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU). O mandato de Balazeiro como PGT será de dois anos, e começará a ser exercido a partir de 22 de agosto próximo, quando terminará a gestão do atual PGT, Ronaldo Fleury.

A Lista tríplice tinha em segundo lugar o nome de Carlos Eduardo de Azevedo de Lima, com 210 votos. Ele é procurador-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho da Paraíba.

E, em terceiro, ficou  subprocurador-geral Ricardo José Macedo de Britto Pereira obteve a terceira maior quantidade de votos: 152.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: