AGU abre sindicância contra procurador da Fazenda que deu facada em juíza

AGU abre sindicância contra procurador da Fazenda que deu facada em juíza

Luiz Vassallo

03 de outubro de 2019 | 22h34

Advogado-geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça. Foto: AGU/Ascom/Divulgação

O advogado-geral da União, André Mendonça, determinou, nesta quinta, 03, abertura de sindicância contra o procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção, que deu uma facada no pescoço da juíza federal Louise Filgueiras, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Por meio de nota, a AGU afirma ‘lamentar o ocorrido’, ‘registra irrestrita solidariedade à magistrada e repudia todo e qualquer ato de violência’.

O TRF-3 tem jurisdição em São Paulo e Mato Grosso do Sul. Sua sede fica na Avenida Paulista.

Assunção atacou a magistrada com uma faca, golpeando-a no pescoço, e deixando ferimentos leves. Às 20h, a reportagem fez contato com a assessoria de imprensa da Corte, que afirmou não saber de nada.

Ele invadiu o gabinete da magistrada, que atua em substituição ao desembargador Paulo Fontes, que está em período de férias. O agressor, segundo testemunha, atingiu a juíza próximo à jugular.

Depois de contido, o procurador afirmou que ‘queria fazer protesto’.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: