Agente da PF distribuiu R$ 16,9 milhões em propinas da Lava Jato

Agente da PF distribuiu R$ 16,9 milhões em propinas da Lava Jato

Jayme Careca, apontado como 'carregador de malas' de doleiro, fez pelo menos 31 entregas, inclusive R$ 1 milhão para senador eleito Anastasia (PSDB-MG)

Redação

09 de janeiro de 2015 | 11h13

Por Fábio Fabrini e Andreza Matais

Tabela apreendida pela Polícia Federal em um escritório do doleiro Alberto Youssef, um dos chefes do esquema investigado na Operação Lava Jato, indica que o policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca, fez ao menos 31 entregas de dinheiro vivo entre 2011 e 2012. O valor distribuído chegou a R$ 16,9 milhões.
Careca é apontado pelos investigadores como um dos “carregadores de malas” do doleiro. Conforme a tabela, no período que vai de junho de 2011 a dezembro de 2012, o policial federal transportou R$ 13.042.800 pelo País, fora valores em moeda estrangeira: US$ 991.300 (R$ 2.667.885) e 375 mil euros (R$ 1.190.587).

As viagens continuaram em 2013, conforme revelaram interceptações de mensagens e ligações telefônicas.

Em depoimento à Polícia Federal, Jayme Careca disse ter entregue R$ 1 milhão para o senador eleito Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Anastasia nega ter recebido o dinheiro do doleiro Youssef. O tucano desafia o policial federal para uma acareação.

Documento

  • depoimento - jayme oliveira   PDF

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato