Advogado de Queiroz comemora decisão: ‘Na linha do que o CNJ recomendou’

Advogado de Queiroz comemora decisão: ‘Na linha do que o CNJ recomendou’

Defesa alegou, como principal motivo para a prisão domiciliar, questões de saúde no contexto de pandemia

Caio Sartori/RIO

09 de julho de 2020 | 19h32

O advogado Paulo Emílio Catta Preta, que representa Fabrício Queiroz, classificou como ponderada a decisão do presidente do Superior Tribunal de Justiça que concedeu prisão domiciliar ao ex-assessor de Flávio Bolsonaro. “Vai na linha do que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) recomendou para quem integra grupo de risco da covid”, disse.

Catta Preta também afirmou que conseguiu desconstruir, no pedido de domiciliar, os argumentos usados pelo Ministério Público para justificar a prisão preventiva do suposto operador das ‘rachadinhas’ no antigo gabinete de Flávio na Assembleia Legislativa do Rio. Queiroz está preso em Bangu desde o dia 18 de junho – ele teria, segundo o MP, tentado obstruir as investigações.

O ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Foto: Reprodução

Perguntado sobre o caso de Márcia Oliveira de Aguiar, mulher de Queiroz, o advogado disse que ela também teria passado por uma cirurgia recentemente – não soube especificar qual – e, portanto, também estava em situação de risco em relação ao coronavírus. Márcia está foragida desde o dia em que foi alvo da operação, na mesma manhã em que o marido foi detido.

A defesa tentou antecipar para hoje a comunicação oficial do STJ ao Tribunal de Justiça do Rio, mas isso só deve ocorrer amanhã. Uma vez recebida, o TJ expedirá um alvará de soltura para Queiroz.

Em sua conta fechada no Instagram, a filha mais velha de Queiroz, Nathália – também investigada no caso das rachadinhas -, comemorou a decisão do STJ. Ela publicou uma foto do seu relógio na qual a notícia aparece na tela e afirmou que está ‘indo buscar’ Queiroz. “E você vai ter o abraço de todos os seus filhos que estão cheios de saudades e tanto te amam e sabe o homem incrível que você é”, escreveu.

Nathália Queiroz exibe notícia de soltura de seu pai, Fabrício, por decisão do STJ. Foto: Instagram / Divulgação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.