Advogado de Cerveró foi localizado nos Estados Unidos

Advogado de Cerveró foi localizado nos Estados Unidos

Edson Ribeiro, alvo da Operação Lava Jato, teve custódia decretada pelo Supremo no episódio que aponta para o senador Delcídio do Amaral (PT/MS); operação ia ser batizada de Catilina

Andreza Matais, Julia Affonso e Beatriz Bulla

25 Novembro 2015 | 20h56

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

Foto: Reprodução/Sindicato dos Delegados da Polícia Federal

A Polícia Federal informou que o advogado Edson Ribeiro, alvo da Operação Lava Jato, foi localizado nos Estados Unidos. A PF destacou que Ribeiro, defensor do ex-diretor da Petrobrás Nestor Cerveró, será transferido para o Brasil após realização de alguns procedimentos burocráticos.

O advogado já havia saído do País quando sua prisão foi decretada. A PF informou que o visto de Edson Ribeiro foi cancelado.

A operação que levou à decretação da prisão do advogado, do senador Delcídio do Amaral (PT/MS), de seu chefe-de-gabinete Diogo Ferreira, e do banqueiro André Esteves, do BTG Pactual, iria se chamar Catilina – uma referência ao militar e senador da Roma Antiga, celebrizado por ter tentado derrubar a República e a oligarquia do Senado. Mas, afinal, os investigadores decidiram não batizar a missão que tem como alvo maior o líder do Governo no Senado.