Advogado de Cerveró está na lista da Interpol ao lado de terroristas

Advogado de Cerveró está na lista da Interpol ao lado de terroristas

Na mesma página dos alvos da Polícia Internacional, Edson Ribeiro faz companhia a dois terroristas que participaram dos atentados de Paris, no último dia 13

Andreza Matais, Julia Affonso e Fausto Macedo

26 Novembro 2015 | 15h59

edson-interpol-2

O advogado Edson Ribeiro, de 58 anos, defensor do ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Nestor Cerveró, está na lista vermelha da Interpol – a Polícia Internacional. Com prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal, Edson Ribeiro está nos EUA.

A difusão vermelha é o index dos mais procurados do mundo. A Interpol é uma rede policial com conexão em quase 200 países.

[veja_tambem]

Na mesma página dos alvos da Interpol, Edson Ribeiro faz companhia a dois terroristas que participaram dos atentados que mataram pelo menos 130 pessoas e deixaram mais de 350 feridas em Paris, no último dia 13: o francês Salah Abdeslam, de 26 anos, e o belga Mohamed Abrini, de 30 anos.

Salah Abdeslam tem antecedentes policiais por roubo e tráfico de drogas e figura em um caso de assalto ao lado de um conhecido jihadista belga. Ele alugou o carro usado no ataque à casa de show Bataclan.

Mohamed Abrini, morador do distrito de Molenbeek, em Bruxelas, onde os atentados foram planejados, também está foragido. Dias antes dos atentados em Paris, ele foi filmado na companhia de Salah Abdeslam quando dirigia um carro preto, usado nos ataques. Ele foi identificado por exame de DNA.

 

edson-interpol

Mais conteúdo sobre:

Edson Ribeirooperação Lava Jato