Advogado chama advogado de ‘bolorento, caquético e decadente’

Advogado chama advogado de ‘bolorento, caquético e decadente’

Insultos foram registrados em petição no âmbito de processo na Vara da Infância e Adolescência de Londrina (PR)

Redação

04 de novembro de 2019 | 14h08

Um advogado protocolou uma petição na quinta, 31, para atacar o advogado da outra parte em um processo que corre na Vara da Infância e Adolescência de Londrina (PR).

Documento

O caso foi divulgado pelo site jurídico Migalhas e confirmado pela reportagem do Estadão. O documento, no qual o causídico chama o colega de profissão de ‘bolorento, caquético e decadente’, começa com uma caricatura.

Ele explica que o motivo de sua ira seriam ‘ultrajes e maldizeres’ que o outro teria feito sobre ele.

Em seguida, responde ao ‘decadente advogado’ com acusações. “Posso ser tudo o que disse, mas não renego os filhos, tampouco achaco os clientes com recibos de gastos por fantasiosos jantares com juízes.”

Petição começa com caricatura. TJPR/Reprodução

O ataque continua, chamando o outro advogado de ‘débil e senil, obsoleto e decadente’.

“Piada, não? Seu decrépito, achacador, renegador da prole, mau sujeito.”

Por fim, faz o pedido que foi razão da petição. “Velho imundo! Tome rumo, seu achacador, extorsionário!”

Tudo o que sabemos sobre:

Londrina [PR]Paraná [estado]

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: