A sexta denúncia contra Cabral na Lava Jato

A sexta denúncia contra Cabral na Lava Jato

Nova acusação, que atribui ao ex-governador 25 crimes de evasão de divisas, 30 de lavagem de dinheiro e 9 de corrupção, foi apresentada nesta quarta-feira pela Procuradoria da República no Rio e envolve o dinheiro supostamente ilícito movimentado pelo grupo do peemedebista no exterior

Redação

08 Março 2017 | 16h19

imagemdenunciacabral

A força-tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro denunciou pela sexta vez o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), desta vez pelos crimes de evasão de divisas, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. A denúncia apresentada nesta quarta-feira, 8, inclui ainda outros seis investigados incluindo o doleiro Vinícius Claret, conhecido como “Juca Bala” e preso na última sexta-feira no Uruguai a pedido a Procuradoria-Geral da República.

Documento

A denúncia é um desdobramento das operação Eficiência e que apontou que o esquema do ex-governador teria movimentado US$ 100 milhões no exterior – e Hic et Ubique. A acusação abrange a complexa rede utilizada pelo grupo do peemedebista, acusado de cobrar 5% de propinas nas grandes obras do governo do Rio durante a gestão Cabral (2007 a 2014), para lavar dinheiro de propina no exterior.

Notícias relacionadas