‘A Lei é para Todos’ nega distribuição de 5 mil ingressos

‘A Lei é para Todos’ nega distribuição de 5 mil ingressos

Em nota, direção do longa que entra em cartaz no dia 7 de Setembro desmente informação que circula em Brasília sobre convites para a estreia

Luiz Vassallo e Julia Affonso

18 de julho de 2017 | 05h00

Cenas das filmagens de Polícia Federal – A Lei é Para Todos / Fotos: Ique Esteves

A direção do filme ‘Polícia Federal, A Lei é para Todos’ desmentiu nesta segunda-feira, 17, que vai distribuir 5 mil ingressos de cinema para a estreia do longa, marcada para 7 de Setembro. ‘A Lei é para Todos’ mostra os bastidores da maior investigação já realizada pela PF no País, a Operação Lava Jato, que culminou com a condução coercitiva do ex-presidente Lula, em março de 2016, em São Paulo.

Em nota, a direção do longa destaca que ‘na manhã de hoje (segunda, 17), começou a circular em Brasília um informe anunciando a distribuição de 5 mil ingressos de cinema para o filme, em parceria com o Ministério Publico de Curitiba’.
“A producao do longa metragem comunica que não existe qualquer tipo de acordo com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal de Curitiba para a distribuição de convites das sessões do filme em nenhuma cidade do país”, afirma o texto.

A produção do ‘A Lei é para Todos’ destacou que ‘o único objetivo do filme é contar os bastidores do trabalho da força-tarefa da Lava Jato e retratar a corrupção no Brasil’.

“O filme e apartidário.”

Tudo o que sabemos sobre:

operação Lava Jato

Tendências: