A importância do Janeiro Branco

A importância do Janeiro Branco

Alexander Bez*

06 de fevereiro de 2021 | 04h00

Alexander Bez. FOTO: DIVULGAÇÃO

O Janeiro Branco, refere-se ao incentivo da campanha de “conservação da saúde mental”, que proporciona auxílio aos indivíduos que sofrem de algum distúrbio mental, a campanha reforça a importância e necessidade de cuidar do nosso sistema psíquico. Tratar a saúde mental como prioridade no início do ano, promove o equilíbrio da mente no decorrer dos meses e consequentemente uma melhora na saúde física.

O ano novo é pautado pela junção da esperança, motivação e positividade! Esses elementos são imprescindíveis para a constituição do novo ano que se inicia. Mas, sem saúde mental não há como estar aferido com esses ingredientes, assim, consequentemente não há como manter um progresso, nem construir mudanças nos quadros que queremos alterar, sejam eles pessoais ou profissionais. Ter uma boa saúde mental é importante não só para termos esse impulso, e assim seguir com nossos planos, mas também para cuidar de quaisquer transtornos mentais que eventualmente pudéssemos ter.

O Janeiro Branco já é presente há anos nos Estados Unidos intitulada de Red January, no brasil iniciou há 7 anos. A campanha chama a atenção da humanidade para as questões e necessidades do sistema mental e emocional. É no início do ano justamente porque a grande maioria usa esse momento para refletir sobre sua vida, escrevendo ou reescrevendo sua história, o que pode desencadear frustações e transtornos pré-existentes, o Janeiro Branco é justamente para prevenir e tratar esses distúrbios.

Cuidar da saúde mental é se permitir ter uma qualidade existencial melhor, explorando o conceito “Mental Well Being” que significa “Bem-estar mental”, é compreender os elementos negativos que provocam esses sintomas e tratar exclusivamente às causas que provocaram.

A crise pandêmica alterou a saúde psíquica de grande parte da população, e afetou de forma considerável os sintomas apresentados por indivíduos que já sofriam de algum distúrbio mental.

Principalmente no Brasil, que além desse momento pandêmico, precisamos lidar com a onda pró-negacionismo científico, pautada por algumas pessoas que influenciam outros indivíduos a negar o óbvio, a ciência. E saúde Mental é ciência.

Os transtornos de ansiedade, depressão e estresse foram potencializados devido a pandemia, o que pode provocar síndrome do pânico (pandêmica), transtornos obsessivos e compulsivos de várias vertentes. Todos esses distúrbios mentais quando tratados, proporcionam aos portadores da doença uma nova qualidade de vida, evidenciando o porquê do Janeiro Branco.

Cuidar da saúde mental, é um processo de compreensão do tema. É entender que a saúde mental deve ser tratada por profissionais habilitados. Assim como o tratamento adequado como psicoterapia e medicação se for necessária fazem toda diferença e contribuem no processo de cura. Tratamentos adequados impossibilitam o avanço do transtorno, e proporcionam ao portador da doença redução dos sintomas, melhor qualidade de vida e positividade no dia a dia.

Evidentemente não é uma tarefa fácil e sim um desafio diário, composto pela aceitação dos problemas mentais, como a condição de um transtorno específico podendo ser psicológico ou psiquiátrico, como: humor, borderline, compulsivo, delirante e bipolaridade, e principalmente aceitar o tratamento mental, por não querer desmitificar a associação entre a loucura.

Tratar da Saúde Mental no Janeiro Branco, ainda mais no período que estamos vivendo é injetar um sentimento de paz, além disso é desenvolver a paz diariamente na vida. É estar entrelaçado com a união do equilíbrio mental e determinado para ter uma nova vida, estando preparado para ter um comportamento mental saudável, ao longo do ano.

Essa pandemia alterou a constituição física, psicológica e econômica. Patologias físicas existentes, foram intensificadas, condições psicológicas clínicas foram multiplicadas, como ansiedade, angústia generalizada, depressão, comportamentos obsessivos, entre outras, vidas foram perdidas aos montes — manter o equilíbrio diante disso tudo será o grande mote para 2021. Algumas das lições mais importantes que devemos levar são: enxergar alegria nas pequenas coisas, valorizar os privilégios mínimos, perceber o que realmente tem valor e a fundamentabilidade de se ter tempo de qualidade com quem amamos.

Janeiro Branco é a conscientização da humanidade sobre a importância da saúde mental na sociedade e na vida dos indivíduos. Vale lembrar que a ciência mental, assim como a física são soberanas em suas matérias, é necessário compreender que ao menosprezar a ciência da saúde mental está desqualificando a importância do viver com qualidade de vida, sem conflitos e administração dos traumas.

*Alexander Bez, psicólogo. Especialista em Relacionamentos pela Universidade de Miami (UM); especialista em Ansiedade e Síndrome do Pânico pela Universidade da Califórnia (UCLA)

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.