‘A dor valeu a pena’, diz deputado que tatuou Temer na pele

‘A dor valeu a pena’, diz deputado que tatuou Temer na pele

Wladimir Costa (SD-PA), aliado do presidente na guerra contra a denúncia por corrupção no caso JBS, riscou o nome do peemedebista, a quem chama de 'parceiro'

Elisa Clavery

31 Julho 2017 | 19h11

Foto: Wladimir Costa/Divulgação

Alvo de denúncia da Procuradoria-Geral da República, o presidente Michel Temer teve seu nome tatuado por um de seus aliados na Câmara, o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA). O parlamentar disse ao Estado ser ‘admirador nato’ do peemedebista e ainda relatou que a ‘dor valeu a pena’.

+ Tatuagem de deputado com nome de Temer é de henna, diz tatuador

“Nesse momento, que tentam derrubar ele a qualquer custo, é minha forma de mostrar que parceiro que é parceiro derrama até a última gota de sangue”, afirmou.