A decisão que livrou irmã de Funaro da tornozeleira

A decisão que livrou irmã de Funaro da tornozeleira

Leia o despacho do juiz federal de Brasília que acolheu pedido da defesa e revogou também o decreto de prisão domiciliar de Roberta

Fábio Serapião/ BRASÍLIA

12 Dezembro 2017 | 05h08

Roberta Funaro.

O juiz Ricardo Leite, da 10.ª Vara Federal em Brasília, acatou pedido da defesa e soltou a irmã do corretor Lúcio Bolonha Funaro, Roberta Funaro. Com a decisão, Roberta não precisa mais cumprir a prisão domiciliar estabelecida em junho pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), nem utilizar tornozeleira eletrônica.

 

Mais conteúdo sobre:

Lucio FunaroRoberta Funaro