A decisão que barra quadro de Serra por R$ 85 mil no Bandeirantes

O retrato de Serra, que foi governador entre 2007 e 2010, é questionado em ação popular

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

28 de abril de 2018 | 05h16

O juiz da 15ª Vara da Fazenda Pública Evandro Carlos de Oliveira barrou liminarmente o quadro de R$ 85 mil do ex-governador José Serra (PSDB) no Palácio dos Bandeirantes.

O retrato de Serra, que foi governador entre 2007 e 2010, foi encomendado com inexigibilidade de licitação para ficar exposto na galeria de todos os mandatários paulistas no primeiro andar do Bandeirantes.

A decisão que suspendeu o contrato provisoriamente foi revelada pela coluna da jornalista Sônia Racy.

Documento

A ação popular contra o quadro de Serra no Palácio dos Bandeirantes foi movida pelo advogado Carlos Alexandre Klomfahs.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.