A decisão que autoriza Cristiane na Executiva do PTB

A parlamentar é um dos alvos da Operação Registro Espúrio, que apura esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho, e está proibida de manter contato com outros investigados

Teo Cury e Amanda Pupo/BRASÍLIA

18 de julho de 2018 | 15h57

O presidente interino do Supremo Tribunal Federal, ministro Celso de Mello, autorizou a deputada federal Cristiane Brasil (RJ) a participar da reunião da Executiva Nacional do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), no Rio, nesta quarta-feira, 18. A parlamentar é um dos alvos da Operação Registro Espúrio, que apura esquema de fraudes na liberação de registros sindicais no Ministério do Trabalho.

Documento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: