A carta de Dilma ao Senado e ao País

A carta de Dilma ao Senado e ao País

Em 118 linhas dramáticas, presidente afastada, alvo de um histórico processo de impeachment, divulgou nesta terça-feira, 16, mensagem aos senadores e à população afirmando ser inocente e defendendo a realização de um plebiscito sobre a possibilidade de antecipação das eleições.

Redação

16 de agosto de 2016 | 16h50

F61U3628.JPG BRASILIA DF BSB 16/08/2016 POLITICA - DILMA / CARTA AO POVO BRASILEIRO A A presidente afastada, Dilma Rousseff faz leitura de carta a nação, no Palacio da Alvorada FOTO DIDA SAMPAIO / ESTADAO

A presidente afastada Dilma Roussef. FOTO DIDA SAMPAIO / ESTADÃO

Alvo de um processo de impeachment em tramitação no Senado, a presidente afastada Dilma Rousseff divulgou nesta terça-feira, 16, uma carta aos senadores e à população afirmando ser inocente em relação às acusações do impeachment e defendendo a realização de um plebiscito para que a população decida sobre a possibilidade de se antecipar as eleições.

Documento

 

Tudo o que sabemos sobre:

Dilma RousseffImpeachment

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.