MP/SP inaugura sede própria na região noroeste do Estado

MP/SP inaugura sede própria na região noroeste do Estado

Mateus Coutinho

22 de novembro de 2013 | 07h00

Iniciativa busca ampliar o acesso à Justiça nos municípios de Tabapuã, Catiguá e Novais

por Fausto Macedo e Mateus Coutinho

O Ministério Público de São Paulo inaugurou na segunda-feira, 18, a sede própria da Promotoria de Justiça de Tabapuã.
Em Tabapuã, o Ministério Público funcionava dentro do Fórum da cidade.

O prédio próprio do MP foi cedido pela Prefeitura local.

O edifício de 92 metros quadrados de área construída foi inteiramente reformado, fica ao lado do Fórum e atenderá ainda a população de Catiguá e Novais, municípios vizinhos.

Para o procurador-geral de Justiça de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa, a inauguração do prédio mostra a preocupação do Ministério Público com os municípios do interior. “Esta inauguração é marcada de grande simbolismo porque demonstra que, para o Ministério Público, todos os municípios, pequenos, grandes ou médios, têm a mesma relevância.”

Nova sede foi cedida pela Prefeitura de Tabapuã. Foto: Divulgação

O procurador-geral lembrou que é papel da instituição “zelar para garantir que os poderes do Estado prestem os serviços de relevância pública, de forma eficiente, eficaz e proba, como manda a Constituição de 1988”.

“O Ministério Público se fortalece na medida em que a sociedade se fortalece”, acrescentou, ao falar da importância da sede própria da instituição em Tabapuã.

Para a promotora de Justiça Cynthia Casseb Nascimben Galli, de Tabapuã, “a inauguração dessas novas instalações se apresenta como mais um tijolo assentado nas bases do edifício da Justiça brasileira, significando melhorias de condições de trabalho dos membros do Ministério Público, funcionários e colaboradores e, consequentemente, melhor aparelhamento para atender as demandas inerentes à Instituição”.

A expansão física do Ministério Público também foi ressaltada pelo corregedor-geral do Ministério Público, Nelson Gonzaga de Oliveira. Ele recordou que, há duas décadas, a instituição não tinha nenhum prédio próprio. “A situação atual é muito mais favorável”, avalia.

Nos últimos cinco anos, o Ministério Público paulista inaugurou prédios próprios em Americana, Araçatuba, Birigui, Caçapava, Campinas, Piracicaba, Ibitinga, Indaiatuba, Rosana, Votuporanga, além de dois prédios na Capital – nas ruas Rafael de Barros e 13 de Maio.

Recentemente, já na gestão de Mário Fernando Elias Rosa como procurador-geral, foram inauguradas sedes próprias em Araraquara, Mirassol, Penápolis, São Carlos, Martinópolis e Praia Grande.

O novo prédio da Promotoria de Tabapuã possui recepção, gabinete de Promotor, sala de servidores e três sanitários, sendo um deles adaptado para pessoas com deficiência. O prédio é dotado, ainda, de rampa de acessibilidade e monitoramento de segurança.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

JustiçaMinistério Público

Tendências: