5 passos para impulsionar o engajamento do seu time

5 passos para impulsionar o engajamento do seu time

Bruno Carone*

10 de março de 2021 | 03h00

Bruno Carone. FOTO: DIVULGAÇÃO

Segundo pesquisa do Great Place to Work realizada em 2020, funcionários felizes são 12% mais produtivos e proporcionam lucro financeiro até três vezes maior para a empresa. Ou seja, quanto mais engajado o time, mais a companhia cresce. Além disso, muito se fala sobre o tal do employer branding, que nada mais é que investir no público interno de modo a captar bons profissionais e ficar ainda mais competitivo e em destaque no mercado. Afinal, uma coisa leva a outra.

Mas como fazer isso na prática? Aqui vão cinco dicas para manter o engajamento do time e ainda impulsionar o employer branding da empresa:

1 – Invista no descanso e saúde mental dos colaboradores

Saúde mental tem sido um dos temas mais discutidos ultimamente, principalmente após o mundo viver uma pandemia que mudou completamente a relação entre as pessoas e a forma de trabalhar. No Brasil, o novo cenário desencadeou ainda mais estresse aos funcionários. Um estudo feito pelo Linkedin Brasil com 2.000 brasileiros em abril de 2020, mostra que as pessoas estão 62% mais estressadas em relação à rotina que viviam antes do distanciamento social.

Ou seja, mais do que antes, investir na saúde mental dos colaboradores tem sido primordial. Seja com apoio financeiro para tratamentos, ou com ações que contribuam diretamente com o bem-estar deles. E, claro, garantir que o mesmo tire férias todo ano. O descanso é o maior aliado da saúde e também da produtividade.

2 –  Não esqueça do clima organizacional

O  ambiente de trabalho é o local que mais passamos tempo. Se não proporcionar momentos agradáveis de convivência, é natural que desencadeie desmotivações e insatisfações. Assim, é importante que o profissional de recursos humanos invista em um clima agradável, bem estruturado para que os trabalhadores sintam-se motivados a ir ao trabalho, a fazer as tarefas de forma plena e tranquila e garantir bons resultados finais para a empresa.

3 – Aposte em benefícios corporativos

Os benefícios corporativos possuem um efeito direto no clima organizacional de uma marca e também com o “employer branding”. Hoje não devem mais girar em torno do que é considerado essencial, como os vales refeição, alimentação, transporte etc. Mas é importante que entreguem experiências, ou seja, vantagens de longo prazo, ligadas principalmente ao bem-estar. E não só do próprio colaborador, como também para pessoas próximas a ele, sejam amigos ou familiares, por exemplo. Qualquer funcionário se sentirá valorizado quando perceber que a empresa se preocupa com qualidade de vida dele e de quem ele mais ama.

Além de benefícios desse tipo agirem diretamente na produtividade, fazendo com que o colaborador fique mais feliz, é imprescindível para a diminuição do turnover. Afinal, você abriria mão de bem-estar assim tão fácil?

4 – Valorização de esforços

As empresas precisam cada vez mais perceber que não são apenas elas que investem nos seus funcionários, mas o contrário também. Cada um dos colaboradores exerce uma função com muito esforço para alcançar resultados individuais, que somados levam ao resultado macro da empresa. Se não há uma valorização de cada uma das atividades realizadas pelo time, a tendência é que isso afete também o resultado final. Quando uma marca valoriza todos os processos e atividades feitas, os funcionários tendem a se comprometer e dedicar ainda mais à própria empresa. A dica então é investir em ações de reconhecimento, bonificações e premiações.

5 – Feedback

Pode ser até clichê, mas o feedback nunca deixará de ser uma das principais ferramentas de uma empresa perante seu time. Pois gera motivação e estímulo para que o colaborador esteja em constante aprimoramento. Construir uma cultura de feedback garante que o time e empresa estejam sempre na mesma página, além da dedicação de ambas as partes voltadas para uma construção de carreira que seja satisfatória, principalmente para o profissional.

*Bruno Carone, cofundador do Férias & Co

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.