5 desafios para desaprender

5 desafios para desaprender

Cassio Grinberg*

06 de fevereiro de 2021 | 11h00

Cassio Grinberg. FOTO: DIVULGAÇÃO

Através de estudos para meu livro Desaprenda, de projetos realizados na cultura de desaprendizagem para o onboarding e a construção do intraempreendedorismo, de aprofundamento de modelos de disrupção, de imersões em outros ecossistemas e realidades, e de mais de uma centena de planejamentos estratégicos com foco na reinvenção, reuni aqui o que me parecem ser os maiores desafios para o processo de desaprender e reaprender:

1) Assumir que o atual modelo está ultrapassado:

Uma dificuldade importante tanto dos CPFs quanto dos CNPJs (que nada mais são do que a soma dos CPFs) é admitir que é hora de mudar. Tenho um cliente que costuma dizer que o começo da cura é através do reconhecimento de que estamos doentes, e quanto mais cedo agirmos, menos deixaremos o novo tomar distância. Não tenha receio de pedir ajuda, nem seja orgulhoso.

2) Não confundir desapego com perda de status:

Muitas vezes, nos sentimos “autoridades” em nosso mercado, ou mesmo em certos temas, e a simples menção à mudança nos gera um impacto direto em nossa percepção de segurança: temos medo de nos sentirmos inseguros caminhando em uma estrada nunca antes percorrida. Compreensível; no entanto, sem desconforto não existe mudança.

3) Identificar um novo parâmetro para a estratégia:

Admitimos que precisamos mudar, que o antigo modelo não funciona, estamos dispostos a desapegar, mas: qual deve ser o novo modelo? Existem importantes ferramentas do ponto de vista do Planejamento Estratégico que podem auxiliar neste momento, e uma análise das curvas de valor pode nos ajudar a definir qual deve ser nosso novo modelo de oferta.

4) Enxergar novos modelos através de novas lentes:

Muitas vezes incorporamos um novo modelo de atuação, mas continuamos a aplicar velhos hábitos. Einstein costumava dizer que não podemos resolver problemas com o mesmo pensamento que usamos para criá-los, e portanto é preciso lembrar que queremos obter novas percepções, ainda que desconhecidas. A velha tentativa e erro ajuda bastante neste momento.

5) Disciplina para manter novos hábitos:

É como fazer regime, ou mudar o estilo de vida: agora que você desaprendeu a fumar, beber demais, ser sedentário, se estressar por tudo ou culpar todo mundo por escolhas suas que não deram certo, você precisa ter disciplina para não voltar atrás.

*Cassio Grinberg, sócio da Grinberg Consulting e autor do livro Desaprenda – como se abrir para o novo pode nos levar mais longe

Tudo o que sabemos sobre:

Artigo

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.