Vídeo engana ao sugerir que vacinas não foram recebidas em aeroporto de Fortaleza
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo engana ao sugerir que vacinas não foram recebidas em aeroporto de Fortaleza

Gravação feita no dia 3 de maio circula no WhatsApp; na data, equipe do governo do Ceará recebeu 17 mil doses de imunizante Pfizer/BioNTech e 255 mil de Oxford/AstraZeneca

Cindy Damasceno, especial para o Estadão

26 de maio de 2021 | 16h05

É enganoso um vídeo que circula no WhatsApp em que um homem dá a entender que ninguém recebeu uma remessa de vacinas no Aeroporto de Fortaleza, no Ceará. A filmagem foi publicada originalmente no dia 3 de maio, no Instagram do vereador fortalezense Inspetor Alberto (PROS). Nessa mesma data, o governo cearense informou ter recebido um lote de 17.550 doses da vacina Pfizer/BioNTech e de 255.750 doses da Oxford/AstraZeneca. Fotos publicadas pelo governador do Estado, Camilo Santana (PT), mostram uma equipe descarregando os imunizantes do avião.

Leitores solicitaram a checagem deste conteúdo por WhatsApp: 11 97683-7490.

Na postagem feita por Inspetor Alberto, o vereador chama atenção para a falta de aliados de Santana no aeroporto. “Manda algum deputado da base do Governo para receber as vacinas”, diz ele. No WhatsApp, o vídeo circula com mensagem que diz que o avião que trouxe os imunizantes não poderia “ficar parado o dia todo” esperando alguém aparecer. O texto que acompanha a gravação confunde o vereador com um funcionário do aeroporto, que teria ficado “indignado com o descaso”.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa-CE), as imagens “não mostram o desembarque de vacinas”. Ainda conforme a Sesa, todas as remessas de vacinação enviadas ao Estado são recebidas pela Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim). A carga conta, ainda, com escolta para preservar a integridade do equipamento. Até agora, 19 remessas com imunização contra covid-19 foram entregues no Ceará. 

A assessoria do vereador fortalezense respondeu, por nota, que Alberto não se referia a nenhum atraso de entrega, e sim que “apenas foi questionado a não presença de aliados do Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana”. Dessa forma, o Inspetor disse levantar dúvidas, no vídeo, quanto à falta de “créditos ao Governo Federal, ao Presidente Bolsonaro e ao Ministério da Saúde”. 

A LATAM, cuja aeronave aparece ao fundo do vídeo gravado por Inspetor Alberto, não confirmou a procedência do vídeo. Nos cálculos da empresa, até 18 de maio, foram enviadas a Fortaleza 2.098.339 doses de vacinas contra a covid-19, a bordo de 18 voos, por meio do programa Avião Solidário. 

A Fraport Brasil – Fortaleza, responsável pela administração do Aeroporto Internacional da capital cearense, esclareceu que “não tem gestão sobre este processo de transporte”, apesar de carregamentos com vacinas chegarem com frequência ao terminal. A subsidiária adicionou que a pessoa no vídeo não é funcionária da administração do aeroporto.

No Ceará, a remessa mais recente de imunizantes contra o coronavírus chegou em Fortaleza na última terça-feira, 18. Imagens do recebimento do lote foram publicadas no perfil do Twitter do governador Camilo Santana

Segundo a postagem, foram 25.740 doses de vacinas da Pfizer. Até o momento, 2.426.479 doses foram aplicadas em todo o Estado.

O Fato ou Fake também checou este conteúdo.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.