Vídeo em restaurante com gritos de ‘Lula na cadeia’ é de 2017; ex-presidente não estava presente em protesto
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vídeo em restaurante com gritos de ‘Lula na cadeia’ é de 2017; ex-presidente não estava presente em protesto

Gravação foi feita em restaurante em Natal, no Rio Grande do Norte; na época, Lula estava na Bahia

Alessandra Monnerat

09 de novembro de 2019 | 14h14

Não é verdade que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenha sido hostilizado e expulso de um restaurante após ser solto da prisão nesta sexta-feira, 8. Uma publicação no Facebook com mais de 48 mil compartilhamentos usa um vídeo antigo, no qual Lula nem sequer aparece. A gravação foi feita em um restaurante em Natal, no Rio Grande do Norte, em 2017. Na época, o ex-presidente estava viajando pela Bahia. 

Vídeo com gritos de “Lula na cadeia” é de 2017 e não mostra ex-presidente petista. Foto: Reprodução/Facebook

No vídeo, um grupo grita “Lula na cadeia” e “Fora PT” no restaurante Camarões, no shopping Midway. De acordo com checagem publicada pela revista Veja em 2017, época em que a gravação viralizou inicialmente, o protesto foi em reação a uma manifestação contrária ao então prefeito de São Paulo João Doria (PSDB). 

O hoje governador do Estado participou de uma cerimônia de condecoração proposta pelo vereador de Natal Raniere Barbosa (Avante). Importante frisar que nem Lula nem Doria almoçaram no restaurante onde houve a manifestação.

Após ser solto nessa sexta-feira, 8, o ex-presidente petista passou a noite em Curitiba. Ele foi a uma festa na casa de um advogado e dormiu em um hotel na capital paranaense. Neste sábado pela manhã, ele seguiu para São Paulo. À tarde, ele faz um discurso na sede do sindicato dos metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.

Fato ou Fake, Boatos.Org e E-Farsas também publicaram checagens sobre esse vídeo, selecionado por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook.

Tudo o que sabemos sobre:

Lula [Luiz Inácio Lula da Silva]

Tendências: