Vídeo de Zelenski atirando em Parlamento é cena de filme estrelado por ele, e não peça de campanha

Vídeo de Zelenski atirando em Parlamento é cena de filme estrelado por ele, e não peça de campanha

Cena aparece em 'Servo do Povo 2', obra que estreou em dezembro de 2016, três anos antes da eleição do atual presidente da Ucrânia

Clarissa Pacheco

27 de fevereiro de 2022 | 13h52

Sentado diante do Parlamento ucraniano, o professor Vasily Goloborodko mentaliza uma cena que viralizou nas redes nos últimos dias: ele se levanta, saca duas armas do coldre de um segurança e metralha os políticos no local. Quem aparece nas imagens é o atual presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, comediante que deu vida ao personagem, um professor de História que se torna presidente do país após um vídeo com um discurso anticorrupção se tornar viral. As imagens, um trecho de menos de um minuto do filme lançado em 2016, agora circulam fora de contexto e carregando uma informação falsa: de que a cena foi um vídeo feito para a campanha de Zelenski à presidência do país do Leste Europeu.

Zelenski foi eleito presidente da Ucrânia no dia 21 de abril de 2019, após derrotar o milionário e então presidente Petro Poroshenko com 73% dos votos. O vencedor das eleições não tinha nenhuma experiência política anterior, além de ter interpretado um presidente na série de TV Servo do Povo (Sluga Naroda). A produção, uma sátira política bastante popular no país, lançada em 2015, fez tanto sucesso que gerou um longa-metragem em 2016, chamada Servo do Povo 2. É de lá a cena que vem sendo compartilhada fora de contexto desde que a Rússia atacou a Ucrânia, na madrugada da quinta-feira, 24.

Diferentemente do que afirmam os posts, a cena em que o personagem de Zelenski metralha membros do Parlamento ucraniano não foi gravada enquanto ele estava em campanha, mas bem antes disso. O filme estreou em dezembro de 2016 e foi exibido no Festival Internacional de Cinema de Montreal, no Canadá, em agosto de 2017. Em uma entrevista na época, ele disse que a ideia da série começou ainda em 2000, quando “a situação política da Ucrânia não era tão desafiadora”.

Cena do filme Servo do Povo 2 (2016). Foto: Kvartal95

Cena se passa na cabeça do personagem

Os cerca de 50 segundos em que o personagem de Zelenski utiliza duas metralhadoras para matar os políticos no local se passam, na verdade, na mente do personagem. Por volta do minuto 4:20, as imagens mostram o professor-presidente acuado diante de gritos e acusações por parte dos membros do Parlamento. A partir de 4:30, a cena mostra o personagem, então, idealizando e imaginando o massacre no local.

Fotos desta mesma cena se encontram em críticas ao filme que estão na internet desde 2017, no acervo do IMDB , uma base de dados com informações sobre cinema, com data de 2016, além de posts nas redes sociais. O filme inteiro pode ser visto no YouTube gratuitamente, no canal oficial da produtora Kvartal95, desde 24 de agosto de 2017.

Série deu nome ao partido

Embora o vídeo não seja uma peça de propaganda eleitoral de Zelenski, o comediante que virou presidente criou um partido que carrega exatamente o mesmo nome da série e do filme – Servo do Povo. Quando ele se elegeu, em 2019, a série havia acabado de entrar em sua terceira temporada.

O ator capitalizou a eleição justamente no descontentamento dos ucranianos em relação à classe política e em um discurso anticorrupção parecido com o de seu personagem. A campanha tinha promessas vagas e o slogan era: “Se não tem promessa, não tem decepção”. Nos discursos, Zelenski prometia manter a Ucrânia voltada para o Ocidente, acabar com a guerra e com a corrupção.

Para Entender

Entenda a crise entre Rússia e Otan na Ucrânia

O que começou como uma troca de acusações, em novembro do ano passado, evoluiu para uma crise internacional com mobilização de tropas e de esforços diplomáticos

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.