Vídeo de Joe Biden é editado para parecer que ele assume fraude eleitoral

Vídeo de Joe Biden é editado para parecer que ele assume fraude eleitoral

Na gravação, democrata fala de iniciativas para auxiliar acesso ao voto

Alessandra Monnerat

11 de novembro de 2020 | 15h00

Um vídeo disseminado nas redes sociais e no WhatsApp mostra o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, dizendo que os democratas fizeram “a mais ampla e abrangente organização de fraude eleitoral”. O trecho foi editado para retirar seu contexto — na verdade, Biden se referia aos esforços empregados por sua campanha para auxiliar pessoas com dificuldades em votar. 

A declaração de Biden foi feita durante participação podcast “Pod Save America”, em 24 de outubro. Um dos apresentadores do programa, Dan Pfeiffer, pergunta ao democrata o que ele diria às pessoas que ainda não tinham votado. Na resposta, o candidato encoraja os eleitores a visitarem o site IWillVote.com, com instruções sobre como se registrar para votar. Depois, ele exalta as iniciativas democratas para facilitar o acesso de pessoas marginalizadas ao voto. É nesse trecho que Biden diz a frase tirada de contexto.

Veja a transcrição da resposta abaixo. O original em inglês está aqui.

“Primeiro de tudo, acesse IWillVote.com para se planejar: exatamente como você vai votar, onde você vai votar, quando você vai votar. Porque isso pode se complicar. Porque os republicanos estão fazendo tudo que podem para dificultar o voto das pessoas. Particularmente pessoas não-brancas. Portanto, acesse IWillvote.com. 

Em segundo lugar, estamos em uma situação em que nós reunimos, e vocês fizeram isso pela administração do presidente Obama antes disso, nós reunimos, creio eu, a mais ampla e abrangente organização de fraude eleitoral da história da política americana. O que o presidente está tentando fazer é desencorajar as pessoas de votar, insinuando que seu voto não será contado. Não pode ser contado. Vamos desafiar isso e todas essas coisas. Se um número suficiente de pessoas votar, isso vai sobrecarregar o sistema”.

O vídeo pode ser assistido abaixo, a partir dos 19 minutos.

O trecho fora de contexto da fala de Biden foi compartilhado no Twitter oficial do Partido Republicano e no YouTube do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. The Washington Post, The New York Times, USA Today, Reuters e FactCheck.Org também checaram o clipe editado.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.