Trecho cortado de vídeo tira fala de Lula de contexto e sugere que ele se solidarizou com ex-governador preso
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Trecho cortado de vídeo tira fala de Lula de contexto e sugere que ele se solidarizou com ex-governador preso

Gravação viral nas redes sociais faz parecer que Lula disse que Sérgio Cabral não merecia ter sido preso

Alessandra Monnerat

25 de novembro de 2019 | 17h07

Um vídeo no YouTube exibe um trecho cortado de um discurso de 2017 do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para dar a entender que o petista estaria defendendo que o ex-governador do Rio Sérgio Cabral não mereceria estar preso “só por ter roubado o dinheiro do povo”.

Quando exibida na íntegra, a declaração de Lula pode ser interpretada no sentido de que o povo do Rio não mereceria ter um governador preso por ter roubado.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva Foto: Helvio Romero/Estadão

A fala foi feita em um comício em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, em 7 de dezembro de 2017. O Estado cobriu o evento e reportou que o petista disse: “Eu estou muito triste com o que está acontecendo com o Rio. O Rio não merece a crise que está passando. Não merece ter governadores presos porque roubaram. Eu nem sei se isso é verdade, porque não acredito em tudo o que a imprensa fala. É importante investigar, saber a verdade. Quem roubou tem que estar preso”.

O discurso integral de Lula também está disponível em gravação no YouTube com mais de uma hora de duração (abaixo). A versão editada para parecer que o petista defendia Cabral tem apenas 33 segundos.

Este conteúdo foi selecionado para checagem por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook.

Tendências: