Texto faz alerta falso sobre causas do câncer de útero e esterilidade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Texto faz alerta falso sobre causas do câncer de útero e esterilidade

Não há restrição alimentar necessária durante a menstruação; especialistas esclarecem que não há relação entre o conteúdo de mensagem viral e doenças ginecológicas

Marina Cardoso, especial para o Estado

08 de outubro de 2019 | 11h08

Um texto publicado no Facebook (e que já registrou mais de 52 mil compartilhamentos desde junho) afirma que atividades cotidianas como beber água gelada, comer pepino ou aplicar xampu na cabeça durante o período menstrual poderiam causar esterilidade, câncer de útero e tumores. O Estadão Verifica consultou duas especialistas na área e ambas esclareceram que nenhuma das afirmações é verdadeira ou possui respaldo científico.

A doutora Márcia Machado, integrante da Comissão Nacional Especializada em Ginecologia Infanto Puberal da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), esclarece que não há nenhum tipo de restrição alimentar necessária para os dias da menstruação. A única recomendação vale para alimentos industrializados ou com alto teor de sódio, que podem aumentar o inchaço, já natural durante o período.

“Nesse período, mulheres devem se alimentar normalmente, de acordo com suas necessidades físicas. Como 70% do corpo é composto de água, uma boa hidratação é muito importante”, completou. Portanto, ao contrário do que diz a publicação, é essencial beber água fresca, em temperatura ambiente ou gelada, água de coco ou sucos naturais.

Maitê Covas, especialista em Ginecologia e Obstetrícia pelo Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, lembra ainda que, nos dias que antecedem a menstruação e também durante os dias de sangramento, ocorre uma variação hormonal muito grande, principalmente uma queda do estrogênio, que pode causar dores de cabeça e enxaqueca. Nenhuma delas, porém, é consequência do uso de xampu, como erroneamente o texto sugere.

Também não há relação entre a esterilidade e o consumo de pepino ou de pancadas na região abdominal. Como explica Márcia, existem doenças como endometriose ou doença inflamatória pélvica que podem causar processo inflamatório e/ou infeccioso levando a infertilidade feminina. Já a origem do câncer de útero não tem relação com ingestão de gelo, e sim com fatores genéticos, obesidade, nuliparidade e hormonais.

A recomendação é que mulheres entre 25 e 69 anos façam o papanicolau (exame para rastreio do câncer de colo uterino). A mamografia anual é indicada para maiores de 40 anos. Independentemente da idade, as profissionais sugerem que mulheres sejam avaliadas a cada ano por um ginecologista para realizar o exame físico (palpação das mamas, avaliação de corrimento, colo uterino, vulva) e acompanhamento da saúde reprodutiva.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: