Postagem usa fotos fora de contexto para distorcer tamanho de manifestações contra Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Postagem usa fotos fora de contexto para distorcer tamanho de manifestações contra Bolsonaro

Imagem feita em Campinas foi compartilhada no Facebook como se fosse no Rio de Janeiro

Alessandra Monnerat e Pedro Prata

31 de maio de 2021 | 18h45

Para distorcer e minimizar o tamanho das manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro no sábado, 29, perfis de pessoas favoráveis ao governo compartilharam fotos fora de contexto em redes sociais. No Facebook, por exemplo, a imagem do protesto em Campinas foi compartilhada como se mostrasse o ato no Rio de Janeiro

No Rio, a manifestação foi muito maior que em Campinas. Quem trocou a legenda da imagem procurou mostrar um suposto fracasso do protesto na capital fluminense. Originalmente, o registro da manifestação em Campinas,  identificado de forma correta, foi compartilhado no Twitter pela Mídia Ninja, rede de ativistas que costuma fazer coberturas ao vivo de atos públicos. O autor das fotos é Rafael Smaira. Os manifestantes se reuniram no Largo do Rosário, no centro da cidade. A Guarda Civil Municipal estimou o público em 1,5 mil participantes; os organizadores falaram em 3 mil.

No Rio, o ato contra Bolsonaro reuniu milhares de pessoas; a Polícia Militar, no entanto, não divulgou estimativa sobre o comparecimento. Fotos mostram uma concentração de pessoas bem maior do que a em Campinas. Os participantes interditaram a Avenida Presidente Vargas, no Centro. 

Manifestantes se reúnem na Avenida Presidente Vargas, no Rio. Foto: Bruna Prado/AP

A mesma postagem no Facebook também traz uma foto de algumas dezenas de manifestantes com cartazes contra Bolsonaro em Brasília. De fato, o registro é do protesto do dia 29 na capital federal, e foi publicado pelo portal de notícias G1. A mesma reportagem, no entanto, inclui outras imagens que dimensionam melhor o público que compareceu ao ato.

Veja abaixo fotos tiradas no sábado em Brasília pela fotógrafa do Estadão Gabriela Biló.

Ato contra Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Ato contra Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Foto: Gabriela Biló/Estadão

O post no Facebook reproduz ainda uma foto de manifestantes contra Bolsonaro supostamente na ponte Duarte Coelho, em Recife. O Estadão Verifica não conseguiu confirmar a origem da imagem. O local foi cenário de  repressão da Polícia Militar de Pernambuco contra o protesto de sábado. Segundo relatos dos participantes, a ação da PM ocorreu já no fim do ato.

Imagens do Globocop publicadas pelo portal G1 mostram que, no início da manifestação, a ponte estava mais cheia do que a foto compartilhada no Facebook faz parecer.

Policiais dispersam manifestação no Recife contra o governo Bolsonaro com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Foto: Arthur Souza/Photopress/Estadão Conteúdo

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.