PM do Rio é falsamente identificado em foto como sargento da Aeronáutica preso com cocaína em avião
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PM do Rio é falsamente identificado em foto como sargento da Aeronáutica preso com cocaína em avião

Imagem procura associar ao senador Flávio Bolsonaro o militar detido na Espanha sob acusação de tráfico de drogas

Alessandra Monnerat

30 de junho de 2019 | 21h45

Foto original é de sargento da PM do Rio, e não de militar da Aeronáutica preso com cocaína. Foto: Reprodução/Facebook

Um agente da Polícia Militar do Rio de Janeiro que aparece em um foto abraçado com o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) foi falsamente identificado, nas redes sociais, como o segundo-sargento da Aeronáutica Manoel Silva Rodrigues, preso com 39 quilos de cocaína no avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Usando a ferramenta de busca reversa de imagem do Google é possível encontrar a fotografia original, publicada no dia 30 de abril pelo sargento Eduardo da Silva Júnior em sua página no Facebook. Ele está lotado no 39º Batalhão de Polícia Militar em Belford Roxo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Por mensagem, o PM confirmou que tirou uma foto com Bolsonaro e disse que já foi avisado diversas vezes sobre o boato com sua imagem. O sargento afirmou ainda que vai prestar queixa do caso à polícia.

O militar da Aeronáutica Manoel da Silva Rodrigues foi preso no aeroporto de Sevilha, na Espanha. Ele fazia parte da comitiva de 21 integrantes das Forças Armadas que acompanha a viagem do presidente Jair Bolsonaro a Tóquio, no Japão, sede da cúpula do G20.

Esse conteúdo foi selecionado para checagem por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook. Para sugerir verificações, envie uma mensagem por WhatsApp ao número (11) 99263-7900. 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.