Pegadinha no TikTok é compartilhada como se fosse prova de fraude eleitoral nos EUA
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pegadinha no TikTok é compartilhada como se fosse prova de fraude eleitoral nos EUA

Vídeo compartilhado pelo advogado de Donald Trump, Rudy Giuliani, era brincadeira criada por usuário @bigchoppadoe

Alessandra Monnerat

12 de novembro de 2020 | 19h57

Uma pegadinha publicada na rede social TikTok tem sido compartilhada como se fosse verdade. O usuário @bigchoppadoe postou um vídeo em que diz trabalhar na contagem de votos das eleições americanas — na gravação, ele diz que rasga todas as cédulas preenchidas com votos para o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. A postagem chegou a ser compartilhada pelo advogado de Trump Rudy Giuliani como prova de fraude eleitoral. Mas @bigchoppadoe afirmou que se filmou como uma brincadeira.

O vídeo foi enviado ao WhatsApp do Estadão Verifica: (11) 97683-7490

A revista Newsweek encontrou o perfil de @bigchoppadoe no Facebook. Ali, ele postou que fez uma pegadinha usando o uniforme de trabalho da loja virtual Amazon: “Então, eu fiz esse vídeo com a minha roupa da Amazon porque vocês sabem que estou sempre brincando! E estou ganhando muitas visualizações! Estão me encontrando em todas as redes!!!! Então, quando eu me mudo para Hollywood??? Hahaha” 

De acordo com o site de checagem Politifact, @bigchoppadoe também comentou na própria postagem do TikTok que o vídeo era uma brincadeira. O perfil do usuário agora é privado.

O jornal The New York Times entrou em contato com as autoridades eleitorais de cada um dos 50 estados americanos para perguntar se havia suspeitas ou evidências de votação ilegal. As autoridades representando ambos os partidos políticos disseram não haver indício de que o resultado da corrida presidencial teria sido afetado por fraudes ou outras irregularidades.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.