Obras do Exército na BR-163 não começaram no governo Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Obras do Exército na BR-163 não começaram no governo Bolsonaro

Texto e vídeo enganosos dizem que asfaltamento no Pará, iniciado no final de 2017, seria reflexo da nova gestão

Alessandra Monnerat e Caio Sartori

11 de fevereiro de 2019 | 15h43

Um boato que circula no WhatsApp atribui ao governo de Jair Bolsonaro o início das obras de pavimentação da rodovia BR-163, no Pará, “após 30 anos de promessas de todos os governos que passaram por este país.” A informação, no entanto, é falsa: as obras de asfaltamento, capitaneadas pelo Exército, começaram em setembro de 2017, segundo nota enviada ao Estadão Verifica pelo Centro de Comunicação Social dos militares.

A mensagem enganosa circula em texto e em vídeo. Nas imagens, um caminhoneiro passa pela obra e, ao comentá-la, diz que ela reflete o início do governo Bolsonaro. Há também um vídeo antigo do Exército, publicado em fevereiro de 2018, sendo compartilhado como se fosse deste ano.

Exército assumiu em 2017 obras na BR-163, no Pará. Foto: Reprodução/Exército

O texto, que ainda questiona se o leitor “ouviu ou viu isso em alguma mídia brasileira” e acusa a imprensa de desinformar a sociedade, traz a assinatura de Bolsonaro, como se o presidente a tivesse escrito. Isso também é mentira.

O Exército assumiu as obras em agosto de 2017 e começou a atuar de fato em setembro. A vigência do projeto vai até 24 de fevereiro de 2020. Além desse projeto, está em prática naquela região a Operação Radar, um apoio emergencial dos militares devido às chuvas. Iniciada em 10 de dezembro do ano passado, ela deve durar um ano.

Este boato também foi desmentido pelos sites Boatos.org e E-farsas.

Recebeu algum boato? Envie para o WhatsApp do Estadão Verifica, (11) 99263-7900

Tendências: