As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Líderes do Projeto Comprova fazem debate sobre desinformação nas eleições 2018

Pesquisadora britânica Claire Wardle é uma das palestrantes em evento que vai discutir boataria que tomou conta das redes

Alessandra Monnerat

22 Novembro 2018 | 15h16

Os boatos que tomaram conta das redes sociais durante as eleições serão tema de debate com os líderes do Projeto Comprova, iniciativa de fact-checking formada por 23 veículos de mídia e o Estado. O encontro ocorre amanhã, a partir das 9h30, na Faculdade Armando Alvares Penteado (FAAP), em São Paulo, e marca o fim dos trabalhos da coalizão.

A primeira fala será da pesquisadora britânica Claire Wardle, co-fundadora e diretora de pesquisa da First Draft, organização internacional que criou a iniciativa do Comprova. Uma das mais importantes pesquisadoras na área de desordem informacional, Wardle vai abordar o tema “O Brasil no contexto global da desinformação”.

A diretora do First Draft, Claire Wardle, e o presidente da Abraji, Daniel Bramatti, durante lançamento do projeto Comprova, no 13º Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo. Foto: Alice Vergueiro/Abraji

Em seguida, às 11h, Daniel Bramatti, presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e editor do Estadão Dados, e Sérgio Lüdkte, coordenador do projeto Comprova, se juntam a Claire na mesa redonda “Análise das eleições sob a ótica do projeto Comprova”.

As inscrições para participar do evento estão abertas e podem ser feitas por meio deste link. A TV Estadão também vai transmitir a palestra ao vivo.

Mais conteúdo sobre:

fake newseleições 2018