Inscrição sobre Jesus na camiseta de Manuela D’Ávila é falsa
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Inscrição sobre Jesus na camiseta de Manuela D’Ávila é falsa

Foto foi modificada digitalmente; imagem original não tem a frase polêmica

Estadão Verifica

03 Outubro 2018 | 16h22

checagem abaixo foi publicada pelo Projeto Comprova. A verificação foi realizada por uma equipe de jornalistas do Bandnews FM e Jornal do Commercio. Outras redações concordaram com a checagem, no processo conhecido como “crosscheck”.

Projeto Comprova é uma coalizão de 24 veículos de mídia com o objetivo de combater a desinformação durante o período eleitoral. Você pode sugerir checagens por meio do número de WhatsApp (11) 97795-0022.

Não é verdade que a candidata a vice-presidente da República Manuela D’Ávila (PCdoB) utilizou uma camisa com a frase “Jesus é Travesti” e com um ícone de arco-íris, como sugere uma imagem compartilhada nas redes sociais.

A própria candidata desmentiu a foto, afirmando em suas contas no Twitter e Instagram de que a imagem é uma montagem sobre uma camisa com a frase “rebele-se”. “PRESTEM ATENÇÃO! Mentiras não passarão! Nos ajude a compartilhar a verdade!”, explica Manuela nas redes sociais.

foto foi clicada pela fotógrafa Isis Medeiros no dia 17 de julho de 2018, durante a sabatina dos pré-candidatos à presidência da República organizada pelo programa Voz Ativa, da Rede Minas de Televisão, em Minas Gerais.

A autora da foto mostrou-se indignada com a montagem em uma publicação nas redes sociais. “Deparei hoje cedo com uma foto minha que foi manipulada e está sendo compartilhada por aí numa tentativa baixa de enfraquecer a disputa eleitoral com mais mentiras, mais ódio e mais jogo sujo. Uma típica estratégia podre, baixa e como sempre sem argumentos”, disse.

A imagem original foi encontrada por meio de comparação de fotos no Google Imagens.

A imagem compartilhada chegou ao Comprova por envio dos nossos leitores e o monitor de conteúdo viral de WhatsApp da UFMG detectou o volume deste meme nos grupos do aplicativo de mensagens.

A Agência Lupa e o Fato ou Fake também verificaram o conteúdo e constataram a desinformação disseminada.

Mais conteúdo sobre:

Manuela DAVILAfake news