Imagem atribui frase falsa a Ivan Valente sobre saidinhas temporárias
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Imagem atribui frase falsa a Ivan Valente sobre saidinhas temporárias

Deputado do PSOL é conhecido por ser contra políticas punitivistas

Jennefer Andrade, especial para o Estado

11 de junho de 2019 | 15h37

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) discursa na Câmara dos Deputados, em Brasília. Foto: Dida Sampaio / Estadão

Um boato que circula pelas redes sociais atribui ao deputado federal Ivan Valente (PSOL) uma falsa declaração sobre a saída temporária de detentos. Segundo montagem que une imagem e texto, o parlamentar teria chamado os opositores de “fascistas” por conta da suposta intenção destes de acabar com as “saidinhas” de presos. “Querem transformar o sistema prisional em uma prisão?”, é uma das frases atribuídas ao deputado. Não há evidências de que ele tenha feito tal declaração.

Por meio de busca reversa de imagem, o Estadão Verifica identificou que a mensagem falsa imputada ao parlamentar foi difundida pela primeira vez no Twitter, no dia 12 de dezembro de 2017.

Na época, Ivan Valente estava envolvido em discussão acerca de proposta apresentada pelo deputado federal Alberto Fraga (DEM-SP) – atualmente condenado a cinco anos de prisão por pedir e receber propina – que tornava mais rígidas as concessões das “saidinhas”.

Durante discurso no plenário da Câmara dos Deputados no dia 09 de novembro de 2017, o psolista criticou a proposta de Fraga e disse que “a saída não é só para visitar a família, muito menos para assaltar”. Segundo o parlamentar, o benefício “pode ser para recuperar o preso, para permitir que ele faça um curso profissionalizante ou até um curso superior”.

Ivan Valente também argumentou na sessão que apenas “5% dos presos fogem” durante as saídas temporárias e que políticas punitivistas, que não buscam a ressocialização dos detentos, são ineficientes e tendem a aumentar a violência nos presídios. Declarações, portanto, bem diferentes da difundida nas redes.

Mais conteúdo sobre:

ivan valentesistema penitenciário