Homem é confundido com suspeito de matar Marielle em foto com Bolsonaro e filho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Homem é confundido com suspeito de matar Marielle em foto com Bolsonaro e filho

Circulam nas redes sociais duas imagens em que presidente supostamente aparece com um dos presos pelo assassinato

Alessandra Monnerat

12 de março de 2019 | 14h59

Circulam fotos nas redes sociais em que um dos suspeitos de assassinar a vereadora Marielle Franco suspostamente aparece com o presidente Jair Bolsonaro. Uma delas mostra Bolsonaro ao fundo, ao lado de seu filho Eduardo, e em primeiro plano uma pessoa que, segundo boatos difundidos no Twitter, seria Élcio Vieira de Queiroz, preso na manhã desta terça-feira, 12. Quem está na imagem, porém, é Wladimir Menezes, vice-presidente da Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência do Estado de São Paulo (APMDFESP).

Homem no canto esquerdo da foto é o vice-presidente da APMDFESP, Wladimir Teixeira. Foto: Divulgação/APMDFESP

A foto original foi tirada em cerimônia de formação de sargentos em curso tecnólogo, em 4 de abril de 2017. O Estadão Verifica entrou em contato com Wladimir Menezes, que confirmou que é ele no canto esquerdo da foto com Jair Bolsonaro. Ele diz que sempre morou no estado de São Paulo e não tem nenhuma relação com os policiais militares do Rio de Janeiro. O ex-policial afirmou que trabalha na associação de PMs há 17 anos.

“Já me mandaram a foto e estamos vendo com um advogado uma forma de processar a pessoa que começou o boato”, disse Menezes por telefone.

Há uma segunda foto em que Elcio Queiroz aparece ao lado de Bolsonaro, abraçado a ele. Segundo a revista Veja, ela é autêntica e foi tirada em 2011. O Estadão Verifica está procurando atestar sua veracidade.