Foto antiga é usada para acusar patrocínio da Heineken em ‘rinha’ de cães
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Foto antiga é usada para acusar patrocínio da Heineken em ‘rinha’ de cães

Imagem que viralizou no Facebook foi feita em 2010, em clube na Mongólia; dono da casa noturna negou participação da marca de cerveja

Tiago Aguiar

19 de dezembro de 2019 | 20h03

Uma foto de 2010 em que cachorros parecem participar de uma “rinha” ao lado de bandeiras da marca de cerveja Heineken voltou a circular nesta semana em postagens de brasileiros no Facebook nesta quinta-feira, 19. As legendas que acompanham a imagem denunciam um suposto patrocínio ou apoio da marca à atividade que envolve maus-tratos a animais — mas isso não é verdade. 

A Heineken já havia negado a história em um comunicado de 2012. Na ocasião, a empresa disse que o clube mostrado na foto recebeu um evento da marca em que as bandeiras foram usadas e não retiradas. Meses depois, a rinha aconteceu. A casa noturna fica na Mongólia e na época se chamava Elite Crystal. 

Foto circula nas redes sociais desde 2012. Foto: Reprodução/Facebook

O diretor do clube fez um pronunciamento, também em 2012, dizendo que as lutas de cães foram organizadas por outra empresa que alugou o espaço. Ele também afirmou que sua equipe não teve tempo de retirar as bandeiras. E reforçou: “nós informamos oficialmente que a competição de cachorros não foi patrocinada pela Heineken”. Veja o comunicado abaixo:

O tema marcou presença nas redes sociais esta semana após uma operação da Polícia Civil no último sábado, 14, que resgatou cães pitbull que participavam de uma rinha em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo. Essas lutas são proibidas no Brasil.

Estadão Verifica também desmentiu publicações que relacionavam um juiz de Manaus ao caso da rinha de cães.

O site Boatos.Org também checou esse boato, assim como a agência de fact checking Snopes, dos Estados Unidos. Este conteúdo foi selecionado por meio da parceria entre Estadão Verifica e Facebook.

Tudo o que sabemos sobre:

heinekenfake news [notícia falsa]cachorro

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: