Exército desmente boato sobre ‘intervenção militar contra corrupção’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Exército desmente boato sobre ‘intervenção militar contra corrupção’

Desinformação circulava redes sociais afirmando que tropas estavam sendo mobilizadas em todo o País para interditar governo federal

Paulo Roberto Netto

16 de junho de 2019 | 13h44

Militares do Comando do 2º Regimento de Cavalaria de Guarda “Regimento Andrade Neves” realizam cerimônia de passagem de comando, no Rio de Janeiro. Foto: Isac Nóbrega/Presidência da República

Um boato sobre suposta mobilização de tropas para uma “intervenção militar contra a corrupção” foi desmentido pelo Exército. A mensagem dizia que a ação iria interditar o governo federal e “devolver a lei e a ordem aos brasileiros”.

Em nota, a assessoria de imprensa do Exército classificou o boato como “falso”. “O Centro de Comunicação Social do Exército informa que as notícias de mobilização de tropas, veiculadas nas redes sociais, são ‘fake news’.”

A mensagem falsa foi publicada no dia 24 de maio deste ano e sinalizada como “suspeita” por usuários do Facebook.

Notícias falsas envolvendo supostas ações das Forças Armadas são comuns: em fevereiro, um “decreto de convocação para “treinamento secreto” foi desmentido pelo Estadão Verifica.  No ano passado, o projeto Comprova desmentiu boato sobre solicitação do Exército para a realização de perícias nas urnas eletrônicas após as eleições.

Este vídeo foi sinalizado para checagem por meio da parceria entre o Estadão Verifica e o Facebook. Ouviu algum boato? Encaminhe para o WhatsApp do Estadão Verifica pelo número (11) 99263-7900.

Tudo o que sabemos sobre:

exército brasileirointervenção militar

Tendências: