É falso que ‘Estadão’ tenha noticiado candidatura de Suzane Von Richtofen

É falso que ‘Estadão’ tenha noticiado candidatura de Suzane Von Richtofen

Jornal nunca publicou que detenta disputaria cargo de vereadora pelo PT; boato falso circula nas redes desde 2018

Alessandra Monnerat

14 de outubro de 2021 | 15h38

É falso que o Estadão tenha publicado que Suzane Von Richtofen, condenada à prisão pelo assassinato dos pais, vai se candidatar a vereadora pelo Partido dos Trabalhadores (PT). Uma montagem com a notícia falsa e o nome do jornal circula no WhatsApp e nas redes sociais.

As últimas reportagens que o Estadão publicou sobre Suzane dizem respeito ao filme A Menina que Matou os Pais, que estreou no final de setembro. No início do mês, o jornal mostrou que a detenta foi autorizada a sair da prisão para fazer faculdade à noite. É esta notícia que é usada na montagem que circula nas redes.  

O boato falso de que Suzane se candidataria a um cargo de vereadora circula nas redes sociais desde 2018, de acordo com a Agência Lupa. O nome dela não consta na lista de filiados ao PT; além disso, nas eleições do ano que vem o cargo não estará em disputa.

Leitores pediram a checagem deste conteúdo por WhatsApp, (11) 97683-7490.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.